Sábado, 14 de Dezembro de 2019
ESTE ANO

Reunião do Codam é a menos produtiva para ZFM em três anos, diz secretário

O secretário estadual considerou a segunda reunião de 2019 do conselho, realizada para decidir o investimento de quase R$ 250 milhões, como menos produtiva para a Zona Franca



fieam_agora_1BC90858-CDED-4174-A6B9-FC18B4A00703.JPG Foto: Jair Araújo
25/04/2019 às 14:42

A segunda reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam) deste ano foi a menos produtiva para a Zona Franca de Manaus (ZFM) nos últimos três anos, conforme avaliou o secretário estadual de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia, Jório Veiga. O encontro ocorreu na manhã desta quinta-feira (25) para decidir o investimento de quase R$ 250 milhões na capital.

“O cenário da economia mundial desacelerou nos últimos meses, como observamos. O compasse da economia brasileira na espera das reformas também diminui o fluxo de investimentos. Contudo, principalmente, essa reorganização do governo federal é que acarreta na indefinição de nomes importantes do CAS (Conselho de Administração da Suframa)”, explicou.



O atraso na agenda de pautas do CAS, inclusive, foi um dos pontos que recebeu diversas reclamações de personalidades da indústria e comércio. Responsável por conceder o aval ao recebimento continuado de vantagens tributárias, o CAS é composto por chefes do Executivo e cargos técnicos, porém, desde fevereiro deste ano está pendente a escolha dos nomes para a convocação do conselho.

A 279º reunião do Codam selecionou 20 projetos para a autorização dos incentivos fiscais estaduais divididos em 12 de bens finais e oito de bens intermediários. Ao todo, 504 novos postos de trabalhos são projetados. Em contraste com a primeira reunião de 2019 do Codam, ocorrida em fevereiro, 1.499 novas vagas de trabalho foram estimadas para abrirem ao longo de três anos.

Projetos de fabricação de bicicletas elétricas e produção de câmera de vídeo para sistema de segurança e circuito fechado de TV são alguns dos novos investimentos discutidos nesta reunião. No setor primário, a produção de açúcar mascavo em Manacapuru e a produção industrial de farinha tapioca se destacaram entre as iniciativas.

News nicolas marreco 93b3b368 d59c 4897 83f6 80b357382e56
Jornalista
Formado pela Faculdade Boas Novas. Pós-graduando em Assessoria de Comunicação e Imprensa e Mídias Digitais. Com passagens por outros veículos locais, hoje atua nas editorias de política e economia de A Crítica. Valoriza relatos humanizados e contos provocativos do cotidiano.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.