Domingo, 15 de Setembro de 2019
NOVA ROUPAGEM

Reduto da lambada, casa noturna 'Kalamazon' reabre após 25 anos em Manaus

Espaço que reuniu amantes de lambada e ritmos populares na década de 90 será reinaugurado e promete atrair novo público. Abertura acontece na próxima sexta-feira (19)



espa_o.jpg Foto: Divulgação
10/01/2018 às 15:27

Os mais velhos lembram - e os mais novos talvez não saibam - que Manaus já teve uma das casas de festas onde o ritmo predominante na pista era a lambada, gênero musical que surgiu na década de 1980. O espaço era o mais badalado da capital e se chamava “Kalamazon”, localizado na avenida Torquato Tapajós. Na próxima sexta-feira (19), o estabelecimento reabre após 25 anos e pretende unir os antigos amantes do ritmo paraense com o que o público mais gosta de ouvir – e se balançar.

O novo espaço será inaugurado na avenida Timbiras, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. Climatizado, o ambiente está com 98% das obras concluídas e volta com uma roupagem amazônica. Cerca de 20 funcionários trabalharão para atender em torno de 1.500 pessoas, número da capacidade máxima.

O proprietário do estabelecimento, Hélio Silva, o “Helinho”, afirma que o objetivo é fazer do Kalamazon a maior casa noturna da região. Helinho, inclusive, é filho do antigo proprietário da casa na década de 90, o “Totô”.

“Meu pai dominava essa parte de festas da região e era chamado de ‘Comendador do Brega’. Me sinto orgulhoso por estar a frente desse novo projeto. Fez o maior sucesso no passado e agora vai voltar com força total”, afirmou Helinho, acrescentando que a o projeto existe há dois anos.

Todos os ritmos

Se na década de 90 o Kalamazon reunia nomes como Beto Barbosa, Márcia Ferreira e Kzan Nery, agora o público poderá conferir uma mistura de ritmos na casa noturna. A lambada ganhará o reforço de bandas de forró, pagode e sertanejo, a fim de agregar todos os públicos.

“O foco da casa vai ser o forró. Na sexta teremos forró, sertanejo no sábado e pagode no domingo. Nos intervalos, os DJs vão tocar o melhor da lambada, brega e flashback. Queremos reconquistar tanto o público antigo quanto o atual. É um projeto de primeiro mundo”, declarou Helinho.

Na próxima sexta, a inauguração ficará por conta das bandas Rabo de Vaca, Xote com Pimenta, Xotezim e Jardel Santos. Às sextas e sábados o estabelecimento abrirá às 22h, enquanto aos domingos o funcionamento será de 17h até 1h. A entrada terá valor único de R$ 30.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.