Publicidade
Esportes
Da casa

São Raimundo anuncia Sidney Bento como treinador para a Série B do Barezão

Ex-jogador de grande identificação com o clube, o técnico chega ao Tufão da Colina com a missão de devolver o Mundico à elite do futebol Baré no ano de seu centenário 12/09/2017 às 11:45 - Atualizado em 12/09/2017 às 12:01
Show si
Sidney Bento é ex-atleta do Tufão onde conquistou o tri da Copa Norte com o time da Colina (Foto: FAF)
Denir Simplício Manaus (AM)

O bom filho a casa torna. A diretoria do São Raimundo Esporte Clube anunciou no início da noite desta segunda-feira (11), o nome de Sidney Bento, 43, para o comando do time na disputa do Amazonense da Série B. Com grande identificação com o clube e considerado um dos líderes do Tufão em seus tempos de glória, o ex-meia retorna à Colina com a missão de recolocar o Alviceleste colinense de volta à elite do futebol Baré no ano de seu centenário.

Como atleta do São Raimundo, Sidney Bento ganhou praticamente tudo com o clube. Com a camisa do Tufão, o ex-camisa 8 foi tricampeão da Copa Norte (1999, 2000 e 2001), tri do Barezão (1997, 1998 e 1999), além dos vice-campeonatos da Copa Norte de 1998 e 2002 e do vice do Brasileirão da Série C em 1999 e, consequentemente, o acesso à Série B. Agora a missão é à beira do gramado, onde o novo técnico do Mundico sabe das dificuldades que encontrará pela frente.

"Tenho uma grande identificação com o clube e conquistei muita coisa lá, só que agora o momento é diferente, né? Temos de separar isso (emoção da razão), temos de trabalhar duro. A competição é muito difícil tendo em vista que os outros clubes também estão se reforçando bastante. Temos de fazer  nosso trabalho bem forte, trabalhar bastante pra conseguir esse acesso com o São Raimundo", pontuou Bento falando sobre o planejamento do São Raimundo para a Segundona Baré.

"A gente começa a trabalhar agora no começo de outubro. Não posso falar em nomes agora, temos uma relação de nomes quase fechada, mas ainda não assinaram, então a gente não pode nem falar em nomes agora pra não atrapalhar isso aí. Mas vamos trabalhar o mês de outubro inteiro pra dar um padrão de jogo mais rápido possível pra equipe, já que se trata de uma competição curta, em que você tem de começar forte. Não dá pra se arrumar durante a competição. Se perder um ou dois jogos você praticamente pode ficar fora da fase de classificação pra semifinal, já que é turno único. E é começar forte e, se Deus quiser, vamos conseguir dar um padrão pro time e vamos chegar forte", avaliou o treinador apontando que o projeto do São Raimundo é audacioso.

"O projeto é a longo prazo. Mas o projeto que começa agora só vai ter segmento se a gente conseguir o acesso. Se conseguirmos com sucesso subir pra Série A do ano que vem. Aí sim, vai ter um contrato com tudo assinado, direitinho, pra dar sequência pro Barezão do ano que vem. Também tentar conseguir se classificar pras competições nacionais. O objetivo da nova diretoria é voltar a disputar competições nacionais como o São Raimundo fazia até pouco tempo atrás", revelou o treinador fazendo uma ponderação.

"Claro que no futebol não existe esse negócio de projeto e muita coisa assim, não. Se você não tiver resultados, pra dar sequência fica complicado. Temos de entender esse lado também. Vamos começar pensando apenas na Série B e , se Deus quiser vai dar tudo certo pra gente poder ter uma sequência pro ano que vem", concluiu o novo técnico do Tufão. 

O último trabalho de Sidney Bento foi à frente do modesto Holanda no Amazonense da Série A deste ano. Mesmo com nomes pouco conhecidos - o veterano atacante Marinho era o mais famoso - o técnico fez boa campanha utilizando em sua maioria garotos da base. No entando, ao  fim do torneio, o Laranjão acabou sendo rebaixado novamente.

A estreia de Sidney Bento no comando do São Raimundo está marcada para o dia 4 de novembro, contra um velho conhecido. Logo de cara, Bento enfrentará o irmão, João Carlos Cavalo, que dirige o CDC Manicoré. 

 

Publicidade
Publicidade