Publicidade
Manaus
POLÍTICA

Braga será novo líder do MDB no Senado e Renan Calheiros disputa presidência da Casa

Partido decidiu liderança e indicado à eleição em encontro na noite desta quinta-feira (31) 31/01/2019 às 20:38 - Atualizado em 01/02/2019 às 09:25
Show eduardo braga renan calheiros bfb58508 8420 43a6 a225 522aa3e0869e
Foto: Reprodução/Internet
acritica.com Manaus (AM)

O senador Eduardo Braga (AM) será o novo líder do MDB no Senado Federal. A informação foi divulgada pela agência de notícias Reuters, que cita como fonte o líder interino do partido José Maranhão (PB).

Braga foi indicado no mesmo encontro, realizado na noite desta quinta-feira (31), em que o senador Renan Calheiros (AL) foi escolhido para ser o candidato emedebista à presidência da Casa. Renan, que concorrerá mais uma vez ao comando da Casa, recebeu sete votos na disputa contra a ex-líder da bancada Simone Tebet (MS), que obteve cinco votos.

Horas após a publicação da Reuters, Eduardo Braga se pronuniciou sobre o assunto em nota divulgada pela assessoria de imprensa do senador. "Por mais diversificada que seja a minha trajetória política de 36 anos, sinto que precisava viver essa experiência de liderar o partido no Senado. Agradeço aos meus colegas a oportunidade”, disse o parlamentar.

De acordo com o portal de notícias Poder360, votaram em Renan, além dele próprio e de Eduardo Braga, Marcelo Castro (PI), Jader Barbalho (PA), Fernando Bezerra (PE) e Eduardo Gomes (TO). Votaram em Simone: a própria, Márcio Bittar (AC), Dário Berger (SC), Confúcio Moura (RO) e Luiz do Carmo (GO).

A eleição está marcada para as 18h de sexta e, pelo regimento, se dará em votação secreta.

Nove candidatos

A eleição à presidência do Senado contará com pelo menos nove postulantes ao cargo. Favorito à eleição, Renan Calheiros vê seus adversários se unirem contra sua vitória.

Sete dos candidatos que se opõem ao alagoano devem atuar em conjunto para postergar a decisão para o 2º turno, segundo o Poder 360. São eles: Davi Alcolumbre (DEM-AP), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Álvaro Dias (Pode-PR), Esperidião Amin (PP-SC), Major Olímpio (PSL-SP), Angelo Coronel (PSD-BA) e Reguffe (sem partido-DF). Fernando Collor (Pros-AL) é o outro candidato.

*Matéria atualizada às 21h para acréscimo da nota enviada pela assessoria de imprensa do senador Eduardo Braga.

Publicidade
Publicidade