Publicidade
Manaus
MANIFESTAÇÃO

Em Manaus, policiais bloqueiam avenida e cobram quadro de promoções

Manifestação bloqueou avenida Torquato Tapajós por pelo menos 15 minutos. Associação dos Praças afirma que governo não publicou quadro de promoções pelo acesso especial 12/03/2018 às 20:50 - Atualizado em 12/03/2018 às 21:05
Show pms
Foto: Divulgação
Vitor Gavirati Manaus (AM)

Policiais militares do Amazonas bloquearam a avenida Torquato Tapajós, na Zona Centro-Sul de Manaus, por cerca de 15 minutos no final da tarde desta segunda-feira (12) durante um protesto. O trânsito na via já foi liberado, segundo o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).

O principal motivo do protesto, segundo o presidente da Associação dos Praças do Estado do Amazonas (Apeam), Gerson Feitosa, é a ausência da publicação, na edição desta segunda-feira do Boletim Geral (BGO), de nomes de policiais que conforme a Lei Estadual 4044/2014 estão aptos a receber promoções pelo Quadro Especial de Acesso.

O quadro especial de acesso dá direito a promoções por tempo de serviço. Em fevereiro, parecer elaborado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM) acabou com o Quadro Especial de Acesso a Promoções, mantendo somente o Quadro Normal.

“O governador segue um parecer da PGE (Procuradoria-Geral do Estado) de que a nossa lei não vale mais e manda aplicar. Hoje, nós tivemos uma CPP (Comissão de Promoção de Praças), onde o governador disse que os policiais que tinham direito estariam na ata. Totalmente diverso ao que foi dito, os policiais que têm direito continuam fora da ata”, afirmou Feitosa.

“Foram publicados nomes do quadro normal, justamente, invalidando o quadro especial. Ou seja, o governador quer caçar a nossa lei”, completou.

Na próxima quinta-feira (15), segundo Feitosa, os policiais militares devem realizar uma paralisação.

Governo afirma que está “aberto ao diálogo”

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas afirmou, em nota oficial divulgada na tarde desta segunda-feira (12), que o BGO de hoje conta com a publicação de 2.093 policiais militares aptos para as promoções, de acordo com o quadro normal e quadro especial de acesso, conforme a Lei nº 4044/2014.

Após a manifestação na avenida Torquato Tapajós a SSP-AM emitiu nova nota.“O Governo do Amazonas reitera que está aberto ao diálogo com os policiais militares, cujos representantes foram recebidos pelo governador Amazonino Mendes na semana passada”, diz o novo comunicado.

“Em apenas cinco meses, o novo governo promoveu melhorias como aumento em 100% do auxílio alimentação e do auxílio moradia, esse último para os policiais que servem no interior do Estado. Pagou o auxílio fardamento, que não era pago há sete anos. O novo governo também promoveu, em fevereiro, 1.180 policiais e, hoje, a  Comissão de Promoção de Praças (CPP) se reuniu e, na ocasião, foram assinadas as atas que deixam aptos à promoção mais 2.093 policiais militares”, finaliza.

Publicidade
Publicidade