Terça-feira, 19 de Janeiro de 2021
ALERTA MÁXIMO

Situação dramática: Amazonas pode ficar sem oxigênio nos próximos dias

Governador afirmou que empresas não conseguem suprir a necessidade do Estado e trabalha junto ao Exército para construir miniusinas em Manaus com equipamentos trazidos de São Paulo



BB1CC3D9-1BD1-4071-A381-F81B56BB4570_A98C891F-309F-4003-B420-41D82C0FB815.jpeg (Fotos: Divulgação)
10/01/2021 às 19:38

O Amazonas está com dificuldade de abastecimento de oxigênio para os hospitais e corre riscos de ficar sem o produto, o que agravaria ainda mais o colapso já vivido na rede de saúde do Estado .  O governador do Amazonas, Wilson Lima, classificou a situação como "dramática".

De acordo com Lima, as empresas informaram ao governo do Estado que não  têm mais condições de fornecer oxigênio na quantidade demandada hoje pelo Amazonas. O assunto foi revelado, em primeira mão e com exclusividade, por A CRÍTICA,  na quarta-feira. A reportagem revelou que o principal fornecedor estava adotando medidas emergenciais para tentar suprir a necessidade do Estado.



"Nós estamos entrando em uma situação dramática. Se nada for feito, nos próximos dias ficaremos sem esse produto", disse o governador, em vídeo divulgado pelas redes sociais. Para tentar evitar o desabastecimento, que seria algo catastrófico em proporções jamais vividas, Lima afirmou que está mobilizando uma operação junto com o Exército para trazer cilindros de oxigênio de Guarulhos, em São Paulo, para montar miniusinas do produto no Amazonas.

O Amazonas tem, hoje, 1867 pacientes internados, entre casos suspeitos e confirmados. Além disso, há outras 362 aguardando vagas em hospitais . Portanto, são pelo menos 2229 doentes necessitando de uso contínuo de oxigênio - sem contar aqueles que fazem uso do produto em tratamentos domiciliares.

Além disso, o governador afirmou que está em contato com governadores de outros Estados para que identifiquem novas empresas que possam fornecer o produto para o Amazonas. "Temos dinheiro em caixa, mas não conseguimos comprar o produto aqui na região", afirmou Wilson Lima.

A declaração dele foi dada na véspera da chegada do ministro da Saúde a Manaus. Eduardo Pazuello cumpre agenda na cidade nesta segunda-feira, incluindo lançamento de um projeto-piloto de diagnóstico da Covid-19 em unidades básicas e de novos leitos no Hospital Universitário Getúlio Vargas.  Além disso, está prevista a discussão sobre o plano de vacinação no Amazonas.

"Eu apelo mais uma vez, enquanto o Estado está trabalhando para diminuir o sofrimento do povo, é importante que cada um faça sua parte. E pelo amor de Deus, só saia de casa se for imprescindível. Estamos em uma guerra e só venceremos se todos nós estivermos unidos".

News whatsapp image 2019 06 22 at 17.28.20 a187bead 9f3c 42a6 86d0 61eb3f792e97
Jornalista de A CRÍTICA
Jornalista de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.