Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2020
CORPO ENCONTRADO

Familiares suspeitam ter encontrado corpo de adolescente desaparecida desde novembro

Após buscarem por conta própria, familiares encontraram um corpo que suspeitam ser de Alice Vieira, 16, em uma área de mata no bairro Tarumã Açu. Apesar de reconhecer peças de roupas da jovem, apenas com um exame de DNA será possível ter a confirmação



2eb497d1-17b7-4167-91aa-d28458bcd3e7_A05D2DFA-CB38-4717-8B66-91ECB4F7CAAD.jpg Foto: Marcos Lima
04/12/2019 às 16:32

Os familiares da adolescente Alice de Lima Vieira, de 16 anos, desaparecida desde o dia 9 de novembro, encontraram um corpo em uma área de mata no bairro Tarumã Açu, o qual suspeitam ser o da jovem. Apesar de terem reconhecido peças de roupas usadas por Alice no dia do desaparecimento, apenas um exame de DNA poderá dar a confirmação para a família.

As buscas foram realizadas por conta própria pela família. Por volta das 11h30 desta quarta-feira (4), duas tias de Alice encontraram o que poderia ser um local onde um corpo estaria enterrado. O local, entre um buritizal e um conjunto de árvores de espinhos e ao lado do igarapé do Poção, também coincide com informações dadas aos parentes da jovem por meio de ligações anônimas.



À época do desaparecimento, a mãe de Alice havia recebido mensagens  por meio das redes sociais informando que grupo estaria com a desaparecida. A mãe pediu aos suspeitos que a filha fosse entregue, mas não foi atendida. Depois a mulher pediu para que, pelo menos, o corpo fosse entregue.

Na noite após o desaparecimento (10 de novembro), um vídeo foi divulgado pelas redes sociais. Nas imagens mostravam um corpo de uma mulher, que teria sido morta com um tiro na cabeça. Os familiares da adolescente reconheceram a moça pela roupa e por uma tatuagem no braço esquerdo.

Após ir ao IML, a mãe da vítima foi informada de que nenhuma garota com o nome de Alice teria chegad ao órgão. Apesar de a polícia ter empregado o uso de cães farejadores, o corpo ainda não havia sido encontrado.

 

Demora irrita familiares

Conforme familiares de Alice, apesar de terem encontrado o corpo ainda na manhã de hoje e terem informado a policia, somente às 15h25 a Polícia Militar foi até o local, por meio de uma equipe da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Até o momento, nem representantes da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) ou membros do Instituto Médico Legal (IML) compareceram ao local.

Devido à demora, parentes da vítima ameaçaram retirar sozinhos o corpo do local.

“Nós familiares estamos exaustos de tanto lutar para ver o corpo da Alice, vocês não imaginam o sofrimento que nós estamos aqui, desde as 8h da manhã. Queremos que removam o corpo da Alice e nos tirem desse sufoco e cansaço. Peço que as autoridades venham até nós, nos ajude, estamos só querendo ter um descanso na nossa mente e alma. Se vocês demorarem muito, nós vamos ter que remover o corpo nós mesmo”, declarou à imprensa uma das tias de Alice.

News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.