Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
MAUS CAMINHOS

José Melo e seus ex-secretários estão dividindo o mesmo pavilhão em presídio

O advogado de defesa de Melo e da ex-primeira dama Edilene Oliveira afirmou que eles estão tendo a “rotina usual para todo preso”



melo_123.JPG Foto: Jair Araújo
05/01/2018 às 20:36

O ex-governador José Melo está no mesmo pavilhão do Centro de Detenção Provisória Masculino 2 (CDPM 2) que os ex-secretários de sua gestão que também foram presos durante a operação Maus Caminhos, da Polícia Federal. A informação foi confirmada pelo advogado de defesa de Melo e da ex-primeira dama Edilene Oliveira, José Carlos Cavalcanti Filho.

Afonso Lobo (ex-Sefaz), Wilson Alecrim (ex-Susam), Evandro Melo (ex-Sead), que é irmão de José Melo, e Pedro Elias (ex-Susam) são os ex-secretários que estão no mesmo pavilhão do ex-governador. O local, segundo o advogado, é isolado dos demais pavilhões do CDPM 2.

Cavalcanti afirmou ter visitado o casal nesta sexta-feira (5) e que eles estão tendo a “rotina usual para todo preso”. O advogado, no entanto, não soube dizer se Melo está sozinho em uma cela ou com outros presos.

A ex-primeira dama Edilene está no Centro de Detenção Provisória Feminina (CDPF). As duas unidades prisionais ficam no quilômetro 8 da BR-174 (Manaus-Boa Vista). O casal foi transferido na tarde da última quinta-feira (4) para presídios de Manaus após ser preso pela Polícia Federal.

“Eles estão bem, estão conscientes da necessidade de que sejam fortes e de que precisam de tranquilidade para se defender. Eles têm o tempo necessário para circulação. A segurança nos centros foi reforçada, atendendo despacho das juízas Ana Paula Serizawa e Jaíza Fraxe”, afirma Cavalcanti.

“O pavilhão onde eles estão é isolado, com grades, e conta com vários agentes, o que nos deixa mais tranquilos com relação à integridade física. Quanto à saúde ele está bem, embora a idade pese e a circunstância não seja adequada”, complementa o advogado, referindo-se a Melo.

Cavalcanti informou ainda que está reunindo a documentação necessária para pedir a revogação da prisão do casal junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), em Brasília.

Sem resposta

A reportagem entrou em contato com o secretário de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Cleitman Coelho, e com a assessoria de imprensa da pasta para saber quais os procedimentos foram tomados para reforçar a segurança das unidades prisionais em que Melo e Edilene estão presos, mas não obteve resposta até a publicação da matéria.

Na última quinta-feira (4), a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) emitiu nota dizendo que não revela detalhes sobre a rotina dos presos.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.