Domingo, 21 de Julho de 2019
PARALISAÇÃO

Professores do AM aderem greve; aulas estão normais, diz Semed e Seduc

Secretarias de Educação da capital e do Estado afirmaram em notas que todas as unidades estão funcionando e não registraram ocorrências



greve_123_B5DCA645-9B87-4082-990C-8DEF75E547E7.JPG Foto: Euzivaldo Queiroz
14/06/2019 às 10:46

Professores da Rede Municipal e Estadual de Ensino também irão aderir ao movimento nacional contra a reforma da Previdência. A informação foi confirmada pelo diretor financeiro do Sindicato dos Professores e Pedagogos de Manaus (Asprom-Sindical), Lambert Melo, que afirmou que a concentração da categoria será às 15h desta sexta-feira (14), na Praça da Saudade, localizada no Centro da capital.

Segundo Lambert, o sindicato não tem como quantificar o número de educadores presentes no ato, pois apenas tem o poder de convocá-los, mas que já há confirmação que além da capital, os trezes municípios da Região Metropolitana de Manaus também irão apoiar o movimento.

“Esperamos que no decorrer do dia, outros municípios possam estar apoiando o ato”, completou o educador, que ainda destacou que a principal reivindicação da categoria é contra a retirada da aposentadoria especial dos professores, que os inclui na proposta geral de previdência que fixa as idades de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres.

Além disso, o sindicato também alega ameaça sob o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), após o anúncio de contingenciamentos da Educação pelo Governo Federal. O fundo atende toda a educação básica que vai da Creche até o Ensino Médio.

“Os atuais contingenciamentos além de dificultar os investimentos de melhoria da educação também desvalorizam os profissionais. Agora, também tememos que o Fundeb acabe e os nossos salários sejam prejudicados”, afirmou o diretor financeiro da Asprom.

Posicionamentos

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM) informou que as escolas da rede pública estadual estão funcionando normalmente e que até às 9h da manhã desta sexta-feira (14) não foram registradas paralisações de atividades.

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) também se manifestou e informou que as 496 escolas da capital estão funcionando normalmente.

Receba Novidades

* campo obrigatório
News portal1 ebdb60b0 2379 4a72 b3a4 78bbee97fcf7
Repórter do Caderno A do Jornal A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.