Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
Zona Centro-Oeste

Homem suspeito de matar empresário no bairro Dom Pedro é preso

Delegado informou que Eduardo Souza da Costa, 24, realizou o crime acreditando que a vítima estava em posse de R$ 20 mil. Yann Victor Fonseca Rios, 21, estava com apenas R$ 900 em uma pochete



homem_43E363BD-97F4-44A8-989E-7AC2570D5907.JPG Eduardo Souza da Costa. Foto: Jair Araújo
27/08/2019 às 11:31

Eduardo Souza da Costa, 24, apontado como autor do latrocínio que resultou na morte do empresário do ramo de confecções Yann Victor Fonseca Rios, 21, foi apresentado nesta terça-feira (27) à imprensa. Ele também é acusado de tentativa de latrocínio do cunhado de Yann, um jovem de 22 anos. Ambos os crimes ocorreram no dia 29 de julho no bairro Dom Pedro, na Zona Centro-Oeste de Manaus.

Segundo o delegado adjunto da Derfd, Demetrius Queiroz, Eduardo é um assaltante de alta periculosidade e que vive mudando de endereço. A prisão do infrator foi efetuada na tarde de sexta-feira (23), por volta das 12h, no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus.



De acordo com o delegado Guilherme Torres, titular da Derfd, Eduardo estava junto de Paulo de Tássio de Souza Picanço, 28, que era motorista de aplicativo no dia do crime. Os dois receberam informações que as vítimas estavam com R$ 20 mil. No dia 29 de julho, a dupla foi até a casa das vítimas, que fica no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste, e aguardou que os dois saíssem do imóvel. No assalto, a dupla roubou R$ 900, que estavam com Yann em uma pochete.

Conforme Demetrius Queiroz, no momento do roubo, Yann reagiu. Durante luta corporal, Eduardo deu 3 tiros, Yann reagiu e deu um soco em Eduardo que caiu no chão. Quando ele se levantou, deu mais 2 tiros que acertaram o peito da vítima que morreu no local. O cunhado dele também foi atingido por tiros e foi levado ao hospital.

No dia seguinte, o motorista de aplicativo foi preso. Ele chegou a registrar um Boletim de Ocorrência (BO) fingindo que seu carro havia sido roubado. Segundo Demetrius, há 5 inquéritos policiais em nome de Eduardo e 10 BOs registrados contra ele.  Após o latrocínio, Eduardo continuou a cometer assaltos.

Eduardo foi indiciado por latrocínio e tentativa de latrocínio. Como já havia mandado de prisão preventiva, ele vai ser encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), que fica no quilômetro 8 da BR-174.

News mark 33e2e16a 10de 400f 92c3 ec9d554e6edf
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.