Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019
LUTO

'Pessoa alegre, disposta a aprender e ajudar', diz Inpa sobre voluntário morto

Órgão lembrou que ele atuava no local sem receber bolsa e tinha superado graves problemas de saúde, passando inclusive pela UTI, antes de voltar à pesquisa com quelônios



Jabson_Franco_da_Costa_Acervo_Cequa.jpeg
01/08/2018 às 12:58

Vítima de assassinato à queima-roupa na noite desta terça-feira, quando aguardava o ônibus em uma parada da Avenida André Araújo, no Aleixo, zona Centro-Sul de Manaus, Jabson Franco da Costa, 34, fazia trabalhos voluntários no Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA).

Em nota enviada na manhã desta quarta-feira, o órgão afirma que Jabson, finalista do curso de Bacharel em Ciências Biológicas, era muito atuante nos projetos do Centro de Estudos de Quelônios da Amazônia (CEQUA/INPA), onde foi estagiário e atualmente atuava sem receber bolsa.  Ainda segundo a nota, mesmo sem ser graduado, Jabson já cursava algumas disciplinas como aluno especial de mestrado do Programa de Pós-Graduação (PPG) em Biologia de Água Doce e Pesca Interior (PPG-BADPI).

O órgão classificou Jabson, na nota, como  uma pessoa muito esforçada no desenvolvimento de pesquisas e projetos do CEQUA, sempre alegre, disposto a aprender e ajudar e lembrou que ele passou por recentes problemas graves de saúde. "(...) superou UTI, internações e cirurgia", lembra a nota. O corpo do jovem está sendo velado na na Funerária Rei Davi (Av., Francisco Queiroz , 122, bairro Cidade Nova) e deve ser sepultado em São Paulo de Olivença, cidade natal de Jabson.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.