PACOTÃO

"Maior pacote de obras da história": governo e prefeitura firmam parceria para recapear 10 mil ruas

Serão 20 lotes de recapeamento asfáltico, que vão atender 10 mil ruas em 31 localidades da capital amazonense

Giovanna Marinho
online@acritica.com
28/04/2022 às 12:55.
Atualizado em 28/04/2022 às 14:47

(Foto: Phill Limma/Freelancer)

O governador do Amazonas, Wilson Lima (UB), e o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) assinaram na manhã desta quinta-feira (28) a ordem de serviço no valor de R$ 680 milhões para o que eles nomearam de "maior pacote de obras da história”. Desse valor, R$ 310 milhões serão destinados a 20 lotes de recapeamento asfáltico, que vão atender 10 mil ruas em 31 localidades da capital amazonense.

David Almeida, afirmou que até o fim da gestão todas as ruas serão visitadas para verificar a possibilidade de asfaltamento. Em Manaus, conforme o prefeito, existem mais de 20 mil ruas e atualmente já há 6 mil asfaltadas. Um novo convênio está em negociação com o governo para o recapeamento de mais ruas.

“Nós temos como avançar ainda mais. Estamos conversando com o governador porque ainda vão faltar 4 mil ruas e nós queremos aproveitar ao máximo o verão. A nossa intenção é antes do final do ano concluir esse recapeamento. Até porque as chuvas já começam em outubro”, declarou o prefeito. 

Tanto o prefeito, quanto o governador Wilson Lima afirmaram que independente das eleições a parceria entre os dois deve continuar. Até o momento o Estado já repassou 110 milhões, referentes ao novo convênio, aos cofres do município por meio do convênio Asfalta Manaus 1.

Desses recursos, R$ 100 milhões são do Estado e o restante de contrapartida do município. O Asfalta Manaus 2 é de R$ 51.585.108,91, sendo R$ 50 milhões do Estado e o restante de contrapartida da Prefeitura. Ambos os contratos foram firmados por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) do Governo do Amazonas e com execução das obras pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf).

“Temos um compromisso que assinamos com a prefeitura de Manaus, no ano passado, na ordem de R$ 580 milhões e isso contempla a questão da pavimentação que talvez seja o maior problema urbano que a gente enfrenta. O trabalho que nós estamos é independente das políticas, não passando essa questão política quando a gente chegou para fazer parceria pra ajudar a cidade de Manaus e consequentemente para o Estado do Amazonas”, declarou Wilson. 

Para desempenhar esse trabalho 14 novas empresas devem ser contratadas e com isso serão 31 frentes de obras na cidade. O prefeito reforçou ainda a necessidade do comprometimento da população com o serviço de infraestrutura da cidade. Mais de uma vez, em visitas aos bairros, ele afirma ter encontrada situações em que a própria população destruiu a camada asfáltica

“Algumas ruas estão muito comprometidas, mas o sol chegou e eu e nosso secretário vamos chegar na sua rua, vamos passar em frente a sua casa”, afirmou David Almeida durante discurso. 

As ruas foram mapeadas de acordo com a criticidade de cada zona geográfica de Manaus. Dentre os bairros previstos para o atendimento estão: Nova Cidade, localizado na zona Norte, onde o programa irá beneficiar mais de 230 ruas; o Alvorada 1, 2 e 3, zona Centro-Oeste, mais 250 ruas já foram mapeadas e serão contempladas; o bairro Nossa Senhora das Graças, na zona Centro-Sul, outras 40 vias, também serão atendidas.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por