Polícia

PF faz reconstituição do assassinato dos jornalistas Dom e Bruno, no Vale do Javari

A Polícia Federal (PF) realiza, nesta quarta-feira (29), a reconstituição do assassinato do indigenista Bruno Araújo e do jornalista britânico Dom Phillips

Amariles Gama
online@acritica.com
29/06/2022 às 17:01.
Atualizado em 29/06/2022 às 17:01

A Polícia Federal (PF) realiza, nesta quarta-feira (29), a reconstituição do assassinato do indigenista Bruno Araújo e do jornalista britânico Dom Phillips. Os suspeitos dos homicídios foram levados por agentes da PF ao local do crime, no Vale do Javari, no oeste do Amazonas.

O pescador Amarildo Oliveira da Costa, o "Pelado", e Jeferson da Silva Lima, o "Pelado da Dinha", apontados como suspeitos dos homicídios voltaram ao local do crime. O objetivo é confrontar as versões apresentadas pelos dois suspeitos com o resultado das perícias nos corpos encontrados e outros vestígios.

Segundo os depoimentos à polícia, um acusa o outro de ter dado o primeiro disparo contra as vítimas. Amarildo ainda afirmou que esquartejou e enterrou os corpos. 

A PF pretende analisar o local exato de onde partiram os tiros. Além de verificar a distância que os criminosos estavam do jornalista e do indigenista.

A reconstituição do crime na região vem sendo organizada pelos policiais desde o último domingo. Não há informação se o trabalho terminará hoje ou levará mais alguns dias.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
Portal A Crítica© Copyright 2022Todos direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por