Sexta-feira, 29 de Maio de 2020

Artemísia: a erva da deusa

Conhecida como "rainha das ervas", planta é poderosa no combate a problemas de útero e ovários. Atenção: infusão deve ser consumida sem açúcar, mel nem adoçante.


11/03/2020 às 17:00

Ela é reguladora dos ciclos femininos, uma planta poderosa para problemas de útero e ovários. Muito conhecida pelas mulheres desde os tempos da antiguidade, pois sua infusão era e ainda é comumente utilizada pelas parteiras durante o trabalho de parto; na medicina caseira, tem ótimos resultados para cólicas menstruais e renais - é reguladora dos ciclos da mulher. A planta é um excelente digestivo e ainda auxilia no tratamento para ansiedade, não é à toa que também é conhecida como Rainha das Ervas

A Artemísia é meio amarga, por isso, é amplamente utilizada em preparos de licor amargo, aperitivos e até mesmo em preparos culinários. Pra ser sincera, eu nem acho a Artemísia tão amarga assim, acho mesmo que o nosso paladar ainda é um pouco infantil, dando sempre preferência para tudo o que é mais adocicado.

E por falar em doce, se seu propósito é utilizar as infusões como remédio, evite açúcar, adoçante e até mesmo o mel. A planta medicinal é um portal de cura, existe uma egrégora de energia e vibração em cada infusão, decocção ou chá, então, não violemos essa energia limpa e pura com nada que seja artificial ou que não seja saudável.

Sinônimo de resistência

Existem algumas variedades de Artemísia no Reino Vegetal, e todas têm propriedades medicinais parecidas (no final deste texto elencarei algumas espécies com seus nomes científicos). Ela é uma planta que, para mim, é sinônimo de resistência, cresce espontaneamente em locais pedregosos da Europa, Ásia e norte da África. No Brasil, ela está bem aclimatada, e prefere temperaturas mais amenas, tanto é que a conheci em Curitiba, compondo lindas bordaduras em parques e jardins residenciais.

Aqui no sítio, acabamos de fazer uma colheita para secar e guardar a erva desidratada para infusões. Vamos aproveitar a planta colhida fresca para produção dos nossos próprios incensos. Essa é uma das grandes vantagens de se ter um jardim com plantas medicinais em casa; é uma farmácia viva, acessível e democrática onde você colhe alimento e remédio natural, de acordo com a sua necessidade. Você pode cultivá-la em vasos e canteiros, fica um encanto só!

Ter Artemísia no jardim, também significa proteção para as outras plantas, pois ela repele insetos, afastando pulgões e nematóides. É uma planta companheira incrível!

E para finalizar minha homenagem à essa erva ancestral, deixo aqui uma receitinha mágica para equilibrar o ambiente da sua casa e/ou do seu trabalho. Em um borrifador de vidro, acresceste álcool de cereais e raminhos frescos de Artemísia e Manjericão. Deixe descansar por três dias e utilize para elevar a energia e apaziguar os ambientes. Você pode substituir os raminhos por óleo essencial.

 

Algumas variedades da Artemisia - nome científico

Artemisia absinthium L.

Arttemisia alba

Artemisia annua

Artemisia vulgaris

Artemisia lactiflora

Artemisia ludoviciana

Artemisia pontica

 

Um forte abraço!

Marilua


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.