Domingo, 25 de Julho de 2021
COMPRA DE VACINAS

CMM autoriza Prefeitura de Manaus a ingressar no consórcio de vacinas contra Covid-19

A Prefeitura tem agora até sexta-feira (19) para concretizar os trâmites e ser inserida no consórcio que irá comprar vacinas diretamente com os fabricantes



show_CAMARA-MUNICIPAL-DE-MANAUS_5BF07F60-D1EF-4589-B2B3-984A83FE74C4.jpg Foto: Divulgação
15/03/2021 às 12:41

A Câmara Municipal de Manaus( CMM) aprovou o projeto de lei que autoriza a Prefeitura de Manaus a ingressar no consórcio para compra de vacinas contra a Covid-19, iniciativa da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) que visa imunizar a  população contra o novo coronavírus.

A provação unanime por parte dos vereadores da CMM era esperada com grande expectativa, porque além da gravidade da situação da pandemia em todo país e, especificamente, no Amazonas, a Prefeitura de Manaus tem um prazo até 19 de março (sexta-feira) para concretizar os trâmites para ser inserida no Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar). A ideia é comprar o imunizante diretamente do fabricante. Por isso o projeto que tramitou em regime de urgência, foi analisado e aprovado pelas comissões técnicas e foi uma das primeiras questões votadas na manhã desta segunda-feira.



Entre as contribuições dos vereadores está a solicitação à Prefeitura de Manaus que inclua categorias profissionais como professores, rodoviários e policiais militares nas listas de prioridades para receberem os imunizantes. Pacientes cardiopatas também foram lembrados entre as reivindicações dos vereadores para receberem a vacina com prioridade.    

“A Frente Nacional dos Prefeitos fez uma proposta de formação de um consórcio, a qual faço parte como prefeito de Manaus e a partir desse consórcio elaboramos uma lei única para que possamos nos mobilizar para aquisição de vacinas para todo Brasil. Se nós negociarmos de forma conjunta teremos  uma diminuição do preço, segurança jurídica do consórcio e autorização legislativa da Câmara para negociarmos em nome de nossa população a possibilidade da aquisição dessa vacina no mercado internacional. Agradeço a CMM pela aprovação desse projeto. Ainda nessa semana teremos a confirmação da data para a visita da Fabrica da União Química que é o laboratório que vai fabricar a vacina russa, a Sputnik. Mas, em função do agravamento das restrições da cidade de São Paulo, a nossa visita que iria acontecer na semana passada foi adiada. Estamos aguardando a nova data para podermos iniciar as tratativas para a aquisição das vacinas", disse o prefeito.

David Almeida garantiu que a Prefeitura de Manaus irá comprar vacinas suficientes para imunizar toda a população da capital.

"Nós vamos comprar a quantidade de doses de vacinas necessárias para imunizar toda a população de Manaus, que como o Ministério de Saúde indica, são aqueles entre as faixas etárias de 18 a 59 anos, que ainda estamos por vacinar. Já iniciamos a vacinação dos 62 anos. Finalizaremos os 60 anos até sábado. E, assim que recebermos mais vacinas do Governo Federal iremos anunciar as novas faixas etárias. Nós vamos adquirir as vacinas assim que tiverem para serem negociadas no numero necessário para vacinar toda a população de Manaus", disse Almeida.

O projeto de lei deverá ser sancionado pelo Prefeito de Manaus até a próxima quarta-feira (17).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.