Terça-feira, 09 de Março de 2021
Interior

Parintins compra usina de oxigênio da Alemanha para assegurar abastecimento

A carga deve chegar nas próximas 48 horas, e começa a ser montada no único hospital público da cidade, Jofre Cohen, que está sob colapso de saúde em decorrência da pandemia de Covid-19



139541723_3603367089777756_936342197449463155_o_272C53E2-3749-494A-BAA5-58C644C24EA2.jpg Foto: Divulgação
15/01/2021 às 16:27

A secretaria de saúde de Parintins, no interior do Amazonas, vai adquirir uma usina de oxigênio da Alemanha devido ao colapso no sistema de saúde local, em decorrência do grave cenário da pandemia de Covid-19 no estado. O anúncio foi feito pelo prefeito Bi Garcia durante coletiva de imprensa na tarde desta sexta-feira (15), e os detalhes do transporte dos equipamentos foi confirmado por A Crítica. 

Cerca de dois aviões devem buscar os equipamentos, cilindros e a estrutura para montagem na cidade conhecida mundialmente por ser o lar dos bumbás Garantido e Caprichoso. A carga deve chegar nas próximas 48 horas, e começa a ser montada no único hospital público da cidade, Jofre Cohen, na próxima segunda feira (18).  ​Após montada, a estrutura deve abastacer cerca de 80 leitos com pacientes suspeitos e com resultado positivo para o novo coronavírus. 

Parintins é a cidade mais populosa do Amazonas, com 115 mil habitantes, e só perde para a capital do estado, Manaus, que vive um dos mais graves cenários da pandemia de Covid-19. Ontem (14), Parintins e outras cinco grandes cidades do interior do estado confirmaram não possuir condições para novas internações, e sinalizaram que não haveria oxigênio para a próxima semana.



Na quinta-feira (14), quando o oxigênio chegou ao limite mínimo na unidade hospitalar, Parintins recebeu doação de 24 cilindros do gás, de empresários locais. Hoje já foi iniciada a operação especial de transporte de mais 45 cilindros de 50m3 de oxigênio medicinal. Uma nota oficial da prefeitura informa que alguns cilindros foram 'sequestrados' de Manaus para abaster o municipio no ínicio desta semana. 

"Nós estamos negociando a compra de 45 balas de oxigênio que chegarão nesta madrugada no aeroporto que está aberto 24 horas. Vamos fazer uma operação de guerra para que a gente traga esse oxigênio aqui para o Jofre Cohen. Com isso a gente ganha seis horas de abastecimento e vamos passar o dia todo de amanhã negociando para comprar mais oxigênio. Se for preciso fretar aeronaves grandes para trazer mais oxigênio a Parintins, vamos trazer até a chegada de uma nova usina que estamos comprando", assegurou Bi Garcia.

A nova usina de oxigênio que será instalada no Jofre Cohen terá capacidade de produção seis vezes maior que a existente na unidade de saúde. No interior do Amazonas, somente Maués possui esse tipo de usina que deve ser instalada em Parintins.

 

Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.