Conscientização

Voluntários mobilizam campanha de adesão à vacina contra Covid-19

Na plataforma, os vacinados compartilham suas experiências e encorajam aqueles que se sentem inseguros em relação aos efeitos das vacinas

Karol Rocha
04/04/2021 às 18:19.
Atualizado em 22/03/2022 às 15:23

(Foto: Junio Matos)

Com o intuito de encorajar a população prioritária a imunizar-se contra o novo coronavírus que foi lançada, no final do mês passado, a plataforma Vacinadox. O projeto, que reúne vídeos de um minuto, traz histórias reais de inúmeras pessoas já imunizadas contra a Covid-19 no Brasil e no mundo.

Nesta plataforma, os vacinados compartilham suas experiências e encorajam aqueles que se sentem inseguros em relação aos efeitos das vacinas.De acordo com a comunicadora e idealizadora do Vacinadxs, Andrea Margit, o propósito é fazer com que cada pessoa vacinada conte sua experiência ao receber o imunizante, com isso, seja a prova viva de benefícios.

“Começamos a notar que as pessoas vacinadas estão começando a se perceber como parte de uma comunidade. Ao mesmo tempo em que expressam alegria e esperança em relação a um novo momento que está por vir, elas também manifestam empatia a todas as pessoas que ainda não foram contempladas com a vacinação”, comentou.

“Por isso, elas se sentem responsáveis por compartilhar como foi sua experiência e principalmente por encorajar aqueles que tenham alguma dúvida em relação às vacinas. A partir daí, o pedido para que as pessoas cedessem um depoimento em vídeo foi um processo quase orgânico. Iniciamos com solicitações ao nosso círculo de amigos e familiares e logo entendemos que esse movimento poderia ter um impacto social mais relevante”.

Conforme Andrea Margit, a iniciativa também surgiu com o intuito de combater a desinformação a respeito das vacinas contra a Covid-19. Ela ressalta que o Vacinadxs prioriza narrativa que personifica as estatísticas.

“Aumentaram em cerca de 40% o número de publicações de fake news, por exemplo. Daí os Vacinadxs se configurarem como um movimento. As pessoas vacinadas são a melhor evidência de que as vacinas são seguras”, defendeu ela, citando estudos como da União Pró Vacina, iniciativa liderada pela Universidade de São Paulo, Instituto Questão de Ciência e outras organizações que combatem a desinformação sobre vacinas.

 “Se cada pessoa vacinada compartilhar sua experiência com seu círculo social próximo - por exemplo, seus parentes e amigos - estará encorajando aqueles que hesitam em se vacinar e enfatizando a responsabilidade de cada um neste processo de imunização”.

Na prática, ela conta que a coleta de vídeos tem ocorrido de boca-a-boca e por meio das redes sociais. O grupo compartilha, pelo menos, 100 depoimentos no site - www.vacinadxs.com todos os dias e também nas redes sociais e listas de whatsapp da plataforma.

Um grupo de dez embaixadores divulga o movimento e convidam pessoas conhecidas a participar e essas pessoas, por sua vez, convidam o seu círculo social o que faz com que o trabalho se torne uma bola de neve.

“Neste momento, as vacinas são nossa única saída desta crise. Elas foram aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e estão sendo aplicadas em várias partes do mundo com amplo monitoramento. Portanto, precisamos da adesão de todos para voltar a enxergar um futuro com saúde diante de nós”, finalizou Andrea Margit.

Como posso participar?

Qualquer pessoa vacinada no Brasil e no mundo pode participar. E para isso, basta gravar um vídeo de um minuto, usando o próprio celular. Vale ressaltar que se o vídeo for gravado em outra língua, o grupo de Embaixadores dos Vacinadxs legendará a produção audiovisual.

A pessoa deve informar, em seu vídeo, nome e idade; a cidade de residência; a profissão ou grupo prioritário; o fabricante da vacina; data em que tomou a vacina (o imunizado pode mostrar o cartão de vacinação no vídeo); se teve alguma reação adversa; como se sentiu após receber a vacina, por exemplo, o estado emocional; quando está prevista a segunda dose, se for o caso e uma mensagem de incentivo para que as pessoas se vacinem quando chegar sua vez.

Depois do vídeo pronto, é só entrar em contato com o grupo pelo site: www.vacinadxs.com ou por Whatsapp https://whats.link/vacinadxs. O Facebook e Instagram da plataforma é: @vacinadxs e o site oficial é https://www.vacinadxs.com/.

O projeto é fruto do trabalho de um coletivo de comunicadores e empreendedores sociais. O movimento é co-liderado por Daniel Magnani, produtor audiovisual; Felipe Fernandes, comunicador e designer; Cassia Niel, estrategista digital; Antonio Biondi, jornalista e mais de uma dezena de Embaixadores. Todos trabalham de forma voluntaria e o movimento não tem fins lucrativos.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por