Quinta-feira, 29 de Julho de 2021
ZONA FRANCA

Deputados do AM pedem que Bolsonaro desista da redução de imposto de importação de bicicletas

Manifesto coletivo com todos os 24 deputados da Aleam pediram que o presidente reveja a redução do imposto que deve afetar diretamente a Zona Franca de Manaus



plen_rio-novo-da-aleam_A6E59130-F645-4E05-8972-CE2DB6F5B047.jpeg Foto: Divulgação
19/02/2021 às 14:33

Em manifesto coletivo, os 24 deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) pediram que o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) reveja a redução gradual do imposto de importação de bicicletas de 35% para 20% até o final deste ano.

A medida foi anunciada na noite desta quarta-feira (17) pelas redes sociais do presidente e deve impactar frontalmente o polo de bicicletas no Polo Industrial de Manaus (PIM) que gera mais de 5 mil empregos diretos e indiretos.



Os deputados chamam a medida de um “duro golpe” contra a Zona Franca de Manaus (ZFM), que não conseguirá “competir em igualdade de condições com fabricantes chineses”. O grupo de deputados evita criticar o presidente Bolsonaro, preferindo focar apenas na questão tributária.

O texto enfatiza que a medida foi tomada num momento mais grave da pandemia de covid-19, quando a economia “tem diminuído diariamente seus postos de trabalhos”. O manifesto sugere que a redução vai extinguir empregos, conduzindo “cinco mil famílias amazonenses à dificuldade de manutenção de suas necessidades básicas”.

“Apelamos ao Presidente da República Jair Messias Bolsonaro para que reveja esta medida. A economia amazonense já suportou grandes dificuldades durante todo o ano de 2020 e início de 2021 por conta da pandemia de Covid-19. Esta redução na alíquota do Imposto de Importação de Bicicletas resultará em fechamento de indústrias, extinção de postos de trabalho e desemprego de muitos amazonenses”, pedem os deputados.

É uma das poucas vezes que todos os deputados concordam emitir uma nota de forma conjunta. A presidência do deputado Josué Neto (Patriota) foi criticada por emitir algumas notas em nome da Assembleia sem a concordância de deputados da base do governo.

O manifesto foi subscrito pelos deputados bolsonaristas Delegado Péricles (PSL), Fausto Júnior (MDB) e Josué Neto. Delegado Péricles foi eleito na onda Bolsonaro da eleição de 2018 e lidera esforços no Amazonas para coleta de assinaturas para a criação do Aliança pelo Brasil, projeto partidário de Bolsonaro.

No caso, Josué Neto e Fausto Júnior, ambos fazem discursos na tribuna da Casa vangloriando o presidente Bolsonaro por medidas no âmbito econômico como a criação do auxílio emergencial e pela tardia ajuda federal ao Amazonas na crise da falta de oxigênio.

Josué Neto faz questão de se auto-intitular de bolsonarista. Neto, inclusive, incorpora o discurso ideológico de Bolsonaro e menospreza a vacina da farmacêutica chinesa Sinovac por causa de sua origem. Ele também sugeriu sem provas que a China criou o vírus para lucrar com a fabricação de vacinas. 

Não é a primeira vez que ALE-AM toma um movimento desta natureza. Com a explosão da segunda onda de infecções, deputados começaram a protocolar indicações e requerimentos ao governo federal com sugestões, por exemplo, para concessão do auxílio emergencial aos moradores do Amazonas. 

Tais movimentos costumam ter pouco ou nenhum retorno concreto do governo federal. O manifesto foi encaminhado ao presidente pelo presidente da ALE, deputado Roberto Cidade (PV).

O decreto publicado na edição desta quinta-feira (18), prevê a aplicação de redução de até 25%, previsto para entrar em vigor a partir de 31 de dezembro de 2021. Originalmente, nas redes sociais, Bolsonaro publicou que a redução seria gradual para 30% até 21 de março, 25% em julho e 20% até dezembro deste ano.

Após tomar conhecimento do decreto, a bancada federal do Amazonas começou a articulação para sustar os efeitos do decreto do presidente Bolsonaro. Conforme o coordenador da bancada, senador Omar Aziz (PSD), já na próxima semana os congressistas do Amazonas vão se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes para tratar do assunto.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.