Quarta-feira, 23 de Junho de 2021
Interdição das vias

DNIT descarta fechamento de BR-319/AM e BR-174/AM por causa da cheia

Alguns pontos da via que liga Manaus a Porto Velho (RO) já estão sendo afetados pelos transbordamentos de rios e igarapés como o trecho localizado no Km 27



share_big_br_319_682A7264-9B19-422B-BB22-C574C59FCB4E.jpg Foto: Arquivo A CRÍTICA
22/05/2021 às 12:43

Até o momento está descartada a possibilidade de fechamento de rodovias federais como a BR-319/AM e BR-174/AM devido à subida dos rios no Amazonas. A informação foi dada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) ao A Crítica.

Alguns pontos da via que liga Manaus a Porto Velho (RO) já estão sendo afetados pelos transbordamentos de rios e igarapés como o trecho localizado no Km 27. De acordo com o Dnit, entre as providências adotadas estão a sinalização das rodovias nos trechos alagados, “principalmente na BR-319/AM, visto que na BR-174, no trecho do Amazonas, não há pontos nessa situação”.

Conforme a autarquia, além da sinalização, o trabalho de contenção das margens foi iniciado a partir do km 27 e km 28 da rodovia federal. “A empresa que detém o contrato de manutenção (conservação/recuperação) na BR-319/AM já está sinalizando os pontos onde ocorrem os transbordamentos do rio, bem como iniciou a contenção das margens com aplicação de rip rap contendo sacos de areia”.

De acordo com o Dnit, o objetivo da ação é manter a segurança e a trafegabilidade da rodovia, “garantindo a segurança do usuário e, assim, evitando possíveis prejuízos com o desabastecimento, bem como o comprometimento de bens públicos e pessoas”.

O órgão vinculado ao Ministério de Infraestrutura afirmou à reportagem que mantém o serviço contínuo de monitoramento da BR-174 e da BR-319 por meio de contratos específicos de supervisão. “Estas empresas, além do acompanhamento dos serviços de manutenção (conservação/recuperação), encontram-se nos trechos realizando o acompanhamento contínuo de todos os pontos críticos e novas ocorrências, nas quais se incluem o transbordamento dos rios”.

O Dnit ainda alertou os condutores que trafegam nas rodovias federais que se atentem aos pontos mais críticos e observem as sinalizações dispostas. “Os usuários que porventura necessitem utilizar a BR 319 ou a BR-174 devem manter-se atentos quanto às sinalizações dispostas nas rodovias devendo, neste período, redobrar a atenção, principalmente, nos pontos mais críticos, onde ocorrem os transbordamentos de rios e igarapés que margeiam ou cruzam as rodovias e que ultrapassaram o limite do greide do pavimento”.

A BR-319 é o principal acesso a municipios do Amazonas como Humaitá, Lábrea, Manicoré, Manaquiri, Autazes, Careiro da Várzea, Borba, entre outras. Conforme levantamento da Defesa Civil do Amazonas, por meio do Centro de Monitoramento e Alerta (Cemoa) e Gerência Regional, vinte e cinco municípios estão em situação de emergência: Guajará, Envira, Eirunepé, Itamarati, Ipixuna, Carauari, Juruá, Pauini, Boca do Acre, Lábrea, Canutama, Tapauá, Borba, Nova Olinda do Norte, Novo Aripuanã, Manacapuru, Careiro da Várzea, Anori, Caapiranga, Anamã, Manaquiri, Tabatinga, Tonantins, Atalaia do Norte e Boa Vista dos Ramos.

Pavimentação da BR 319/AM

Em relação a pavimentação da BR-319/AM, o DNIT informou que encontra-se em fase de elaboração de projetos básico e executivo para as obras de reconstrução do lote C: km 198,2 ao km 250. “Somente após a aprovação do projeto executivo será dado a Ordem de Início das Obras de Reconstrução do lote “C””, afirmou.

O trecho do meio, km 250,00 – km 655,70, também está em fase de projetos básico e executivo para pavimentação e melhoramentos, incluindo Obras de Artes Especiais. Mas, somente após a aprovação dos Estudos Ambientais Complementares do EIA/RIMA, que inclui o Componente Indígena, pelo IBAMA, será expedida a Licença Prévia, licença esta necessária para aprovação dos projetos de engenharia com vistas à execução das obras.



News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.