Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2020
STF E RELIGIÃO

Durante culto, Bolsonaro reitera desejo de ter ministro evangélico no STF

Segundo o presidente, ele foi eleito com base na defesa do modelo tradicional de família e pretende seguir com isso. Culto evangélico aconteceu no Centro de Convenções Canaã, no Japiim



fc7f193e-1e5d-49f7-a057-fd34a69356d8_1614499C-C9B1-458B-B718-2CB1291D17F3.jpg Foto: Sandro Pereira
26/11/2019 às 21:11

O presidente Jair Bolsonaro reiterou que, dentre as duas indicações ao Supremo Tribunal Federal (STF) um dos ministros vai ser evangélico.

A declaração foi dada durante um pronunciamento no culto de celebração, no Centro de Convenções Canaã, situado na avenida Rodrigo Otávio, bairro Japiim, Zona Sul de Manaus, nesta terça-feira (26)



Na ocasião, o presidente afirmou que foi eleito com base na defesa do modelo tradicional de família e acrescentou que as leis de um país são realizadas com base na opinião da maioria.

"Não é competência do STF legislar, como eles têm feito ultimamente. Eu tenho duas vagas no Supremo. Uma será ocupada por um evangélico", frisou o presidente.

Durante o pronunciamento, Bolsonaro disse que a reforma da previdência é uma medida econômica severa e comparou a decisão ao procedimento de quimioterapia.

"Algumas medidas que tenho tomado são amargas. A reforma da previdência é quase uma quimioterapia. Quem faz esse tratamento sabe que se não se submeter a ele, pode abreviar sua passagem aqui na terra", concluiu o presidente.

Texto: Izaias Godinho

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.