Publicidade
Cotidiano
DIREITO

Em evento de gala e homenagens, membros da ACLJA tomam posse nesta sexta (25)

Os advogados Júlio Antonio Lopes e Félix Valois Coelho Júnior vão receber as medalhas de ouro e do mérito J. Bernardo Cabral na cerimônia da Academia de Ciências e Letras Jurídicas do Amazonas (ACLJA) 25/05/2018 às 03:29
Show advogado
Foto: Acervo Pessoal
Paulo André Nunes e Amanda Guimarães Manaus (AM)

O advogado Júlio Antônio Lopes, diretor-jurídico da Rede Calderaro de Comunicação (RCC), é um dos três homenageados na cerimônia de posse dos 50 membros da Academia de Ciências e Letras Jurídicas do Amazonas (ACLJA), que acontece nesta sexta-feira (25), a partir de 18h, no auditório Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Filho, localizado na Escola Superior da Magistratura do Amazonas (Esmam). Ele receberá as medalhas de ouro e do mérito J. Bernardo Cabral junto com o também advogado Félix Valois Coelho Júnior.

A abertura do evento será feita com um discurso de saudação proferido pelo ministro Mauro Campbell Marques, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), seguida da imposição do colar acadêmico e entrega do diploma acadêmico. Haverá póstuma ao professor Sebastião Gomes Marcelice, ex-diretor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Amazonas (FD/Ufam), que participou das tratativas para a fundação da academia, mas que morreu antes da posse. A partir daí acontece a entrega das medalhas de ouro e do mérito J. Bernardo Cabral aos advogados Júlio Antonio Lopes e Félix Valois Coelho Júnior e discurso de agradecimento, proferido pelo desembargador presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), desembargador Flávio Pascarelli.

José Roberto Tadros é o presidente da academia, com Júlio Antônio Lopes sendo o vice da entidade. “A posse na Academia de Ciências e Letras Jurídicas do Amazonas nesta sexta-feira é o maior evento do mundo jurídico dos últimos 30 anos em Manaus. É um sonho que eu tive há três anos e que idealizei. Me juntei a Bernardo Cabral e José Roberto Tadros e a outros estudiosos do Direito e trabalhamos para concretizar esse sonho. Achei que já precisávamos ter uma entidade como essa que congregasse essas pessoas. Só de cadastrados na OAB temos 14 mil advogados, além de bastante juízes e promotores”, comentou Júlio Antônio Lopes. 

A “Medalha de Ouro e do Mérito J. Bernardo Cabral” será conferida a cada biênio a duas personalidades do mundo jurídico, as quais se tenham destacado pelo trabalho em prol do direito, da justiça, da paz e da democracia, contribuindo para o bem e para o aperfeiçoamento da humanidade.

Nesta primeira edição a escolha se fez por indicação pessoal do próprio Bernardo Cabral, que indicou um terceiro nome que está mantido em segredo e que só será revelado durante o evento.

Símbolo

A Academia de Ciências e Letras Jurídicas do Amazonas foi fundada em 13 de julho do ano passado, com sede e foro na capital amazonense e, em homenagem ao seu patrono perpétuo e titular da cadeira nº 1, leva o nome de “Casa de Bernardo Cabral”, jurista e relator da Constituição Brasileira de 1988.

A academia tem como brasão a imagem da fachada do prédio da antiga Faculdade de Direito da Universidade Federal do Amazonas, conhecida como “Velha Jaqueira”, em desenho circular, ao centro, com as seguintes inscrições: a) a abreviação ACLJA; b) na parte superior: “Academia de Ciências e Letras Jurídicas do Amazonas; c) na parte inferior a frase: “O Direito é a Justiça Iluminada pela Moral”, de autoria do professor Clóvis Bevilácqua.

Objetivos

Os principais objetivos da academia são o ensino e o estudo do Direito em todos os seus ramos, bem como o aperfeiçoamento das letras jurídicas, funcionando de acordo com o Código Civil e demais leis aplicáveis, assim como às regras estabelecidas em seus estatutos e regimento interno.

Honraria

As medalhas de ouro e mérito J. Bernardo Cabral são um símbolo e uma honraria que devem ser utilizadas por seus membros em todos os eventos de renome e significativos, informa a diretoria da Academia de Ciências e Letras Jurídicas do Amazonas (ACLJA).

Veja abaixo os 50 membros da ACLJA.

 


 

Publicidade
Publicidade