Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2020
RECONDUZIDA

Gleisi Hoffmann é reeleita presidente nacional do PT e ataca Sérgio Moro

''Nós queremos a anulação da sentença de Moro. Aliás, queremos a prisão de Sérgio Moro pelas barbaridades ele que praticou'', disse a deputada federal



lula_63137A5A-2D51-470E-9CD0-B2D4153B0A22.JPG Foto: Ricardo Stuckert
News thumb afp d084093c bf21 4ede 853c 0cfb6068260d AFP
25/11/2019 às 09:43

A deputada federal Gleisi Hoffmann, líder da mobilização para a libertação de Lula, foi reeleita neste domingo presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), duas semanas depois de o ex-presidente deixar a prisão.

Presidente do PT desde 2017, Gleisi, 54, obteve um novo mandato de dois anos com 71% dos votos, após um congresso nacional iniciado na sexta-feira para redefinir a estratégia do partido frente ao presidente Jair Bolsonaro.



O 7º Congresso Nacional do PT também discutiu possíveis alianças com vistas às eleições municipais de 2020. 

Ao deixar a prisão, no último dia 8, Lula prometeu "continuar lutando pelo povo brasileiro" e criticou com dureza o governo Bolsonaro. Na última sexta-feira, na abertura do congresso do PT, defendeu sua posição frente ao Executivo: "Aos que criticam ou temem a polarização, temos que ter a coragem de dizer: nós somos, sim, o oposto de Bolsonaro."


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.