PEDIDO DE JUSTIÇA

Hashtag #NãoExisteEstuproCulposo invade redes sociais após correntes

Movimento que pede justiça por Mari Ferrer está durante todo o dia de hoje nos trending topics do Twiiter. Caso voltou a tona após André Aranha, acusado de ter estuprado a promoter, ter sido inocentado por 'não ter tido intenção estuprar'

Portal A Crítica
03/11/2020 às 20:15.
Atualizado em 22/03/2022 às 15:55

(Foto: Reprodução/Internet)

Pedidos de justiça por Mari Ferrer inundaram as redes sociais durante toda esta terça-feira (3). Hashtags como #NãoExisteEstuproCulposo e #JustiçaPorMariFerrer estão durante todo o dia nos trending topics do Twitter.

O caso Mari Ferrer voltou a tona após serem divulgados detalhes do julgamento, em que a produtora de eventos acusa André de Camargo Aranha por estupro, durante uma festa em 2018. Ele foi absolvido por uma tese levantada pelo promotor de que na noite o crime teria sido cometido de forma culposa, ou seja, quando não há intenção. A informação foi obtida pelo The Intercept Brasil.         https://www.instagram.com/tv/CHIWWGpp6JG/?utm_source=ig_embed&utm_campaign=loading Ver essa foto no Instagram                  

Uma publicação compartilhada por The Intercept Brasil (@theinterceptbrasil) em 3 de Nov, 2020 às 5:36 PST

A grande quantidade de publicações sobre o caso alcançou até mesmo contas institucionais, como clubes de futebol, entre eles Vasco da Gama, Botafogo, Fluminense, Corinthians e Flamengo.

A violência física e psicológica contra a mulher é inaceitável. Denuncie! Ligue 180!#RESPEITAASMINAS pic.twitter.com/cEhlRudOe3 — Corinthians (@Corinthians) November 3, 2020

Justiça para todas as mulheres.

Se você foi vítima de violência, procure ajuda e denuncie!

Ligue 180 ou vá à Delegacia de Atendimento à Mulher mais próxima. — Flamengo (@Flamengo) November 3, 2020

Juristas também se manifestaram sobre o caso na rede. É o caso do ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, que criticou duramente a conduta do advogado de André Aranha, que chegou a fazer com que Mari Ferrer chorasse pedindo respeito durante a audiência online. 

As cenas da audiência de Mariana Ferrer são estarrecedoras. O sistema de Justiça deve ser instrumento de acolhimento, jamais de tortura e humilhação. Os órgãos de correição devem apurar a responsabilidade dos agentes envolvidos, inclusive daqueles que se omitiram. — Gilmar Mendes (@gilmarmendes) November 3, 2020

Com a sentença, Mari conseguiu apenas que a boate na qual teria sido estuprada arque com o pagamento de acompanhamento psicológico. André Aranha, inocentado, saiu impune. A defesa da promoter irá recorrer da decisão. 

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por