Sábado, 14 de Dezembro de 2019
Saneamento

Interior do AM receberá R$ 9,3 milhões de investimento em saneamento básico

Na manhã desta quinta-feira (21) o Governo do Estado, a Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama) e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) formalizaram um termo de cooperação técnica para expandir a rede de abastecimento no interior.



WhatsApp_Image_2019-11-21_at_11.13.04_2A97AB21-8F94-4F17-884B-0B6D67DD87AD.jpeg Foto: Euzivaldo Queiroz
21/11/2019 às 15:06

A partir de 2020, o sistema de saneamento básico no interior do Amazonas será ampliado com investimentos da ordem de R$ 9,3 milhões concedidos pela Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama) e Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra).

Na manhã desta quinta-feira (21), o governador do Estado, Wilson Lima, o presidente da Cosama, Armando do Valle, e o superintendente da Fundação Nacional de Saúde  (Funasa), Wenderson Monteiro, assinaram termo de cooperação técnica para expandir a rede de abastecimento no interior.



O acordo foi formalizado durante solenidade em comemoração aos 50 anos da companhia, completados no dia 13 de novembro, na sede do Executivo estadual, zona Oeste de Manaus.

Foto: Euzivaldo Queiroz

Na ocasião, também foi assinado termo de concessão de serviço com o prefeito de Nova Olinda do Norte, Adenilson Reis, além de ato para viabilizar a elaboração da Política Estadual de Saneamento Básico.

"De que forma estamos utilizando a companhia para melhorar a vida das pessoas?", indagou o governador. "Temos muita água, mas o povo não consegue usufruir disso. São contradições que precisam ser equacionadas".

Lima anunciou também a implantação, no próximo ano, do programa Água Boa, que vai distribuir 400 filtros para municípios do interior. A iniciativa, que prevê R$ 8 milhões em investimentos, visa modernizar o sistema de fornecimento, atualmente feito por meio de filtros Salta-Z. Nesse novo método, os aparelhos serão colocados no nível do solo, dispensando o uso de baldes e instalações em áreas  elevadas.

O presidente da Cosama, Armando do Valle, convocou os prefeitos do interior a colaborarem com a modernização do serviço. "Todos os prefeitos devem se perguntar: o que fazer com o fornecimento de água até 2030?", propôs. "Enquanto o sistema das empresas brasileiras é automatizada, o nosso sistema continua sendo operado de forma manual". Atualmente, a Companhia registra inadimplência de 40%.

News d amorim 845c88c9 db97 48fa b585 f1c0cb967022
Repórter de Cidades
Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Além de A Crítica, já atuou em uma variedade de assessorias de imprensa e jornais, com ênfase na cobertura de Cidades e Cultura.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.