Publicidade
Cotidiano
CRISE

Secretário-geral da ONU pede diálogo e investigação de mortes na Venezuela

De acordo com autoridades venezuelanas, oito pessoas morreram em confrontos com a polícia nesta semana no país depois do líder Juan Guaidó se declarar presidente 24/01/2019 às 09:15
Show reuters 5edb9618 7ffd 4f80 bed1 2ac8b4a8fdf3
Foto: Reuters
Reuters

Um porta-voz do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, pediu por uma investigação independente sobre as mortes ocorridas durante a crise na Venezuela, insistindo para que todas as partes tenham um diálogo pacífico.

“O secretário-geral ressalta a necessidade urgente de todos os atores relevantes se comprometerem com um diálogo político inclusivo e confiável para lidar com a prolongada crise no país”, disse o porta-voz Stephane Dujarric em um comunicado na quinta-feira.

De acordo com autoridades venezuelanas, oito pessoas morreram em confrontos com a polícia nesta semana no país, que está envolvido em um impasse depois que o líder parlamentar Juan Guaidó se declarou presidente interino do país com o apoio de várias nações da região, deixando o atual presidente Nicolás Maduro isolado.

Centenas de milhares de pessoas foram às ruas da Venezuela para exigir o afastamento de Maduro.

Publicidade
Publicidade