Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019
RESGATE

Arlindo Júnior disponibiliza toda discografia nas plataformas digitais

Álbuns que marcaram a história do boi-bumbá, como 'Saga de um Canoeiro' e 'Pássaro Sonhador' estão disponíveis, assim como trabalhos mais recentes. 'Apesar de tudo, a gente não pode parar', diz Arlindo.



arlindo_AC8A79AB-8D0D-474F-BDF9-047D7CE64060.jpg
03/09/2019 às 18:02

Os 30 anos de carreira de Arlindo Júnior agora já podem ser conferidos em todas as plataformas digitais de música. O levantador de toadas, figura histórica do boi-bumbá e ídolo do Caprichoso, disponibilizou 14 álbuns na íntegra em aplicativos como Deezer, Spotify e Apple Music .

Nos discos, estão verdadeiros clássicos que além de resgatar a trajetória de Arlindo Júnior, recontam também o processo das toadas deixarem de ser fenômeno apenas em Parintins para ganharem Manaus e o Amazonas como um todo - o primeiro passo antes do boom nacional no final da década de 1990. 'Saga de um Canoeiro' e 'Pássaro Sonhador', por exemplo, resgatam o início da carreira de Arlindo, mas já trazendo sucessos como as faixas-título, além de 'Fibras de Arumã' 'Hurequeí', 'Lagarta de Fogo' e 'Canto da Mata', entre outros.

"Apesar de tudo que está acontecendo, a gente não pode parar. Temos que nos renovar e a internet está aí para isso. Concluímos esse processo na semana retrasada e é uma grande forma de colocar nosso trabalho para as pessoas curtirem novamente", destaca Arlindo, que está lutando contra um câncer e recentemente recebeu uma homenagem na Assembleia Legislativa do Amazonas.

Um dos álbuns responsáveis pelo estrondoso sucesso no final dos anos 1990, 'Ao Vivo no Anfiteatro da Ponta Negra', traz toadas eternas como 'Réquiem', com participação de Lucilene Castro, 'Gavião Real', de Chico da Silva' e 'Vermelho', cantada com David Assayag. Da fase mais dançante de Arlindo, o álbum 'Pop da Selva, que eternizou a alcunha pela qual ele é conhecido até hoje, traz toadas como 'Dance e Balance', 'Dançarinos ao Luar', e clássicos como 'Amazonas Ayakamaé' e 'Amazônia, Catedral Verde' em versões de estúdio. Ambos estão disponíveis.

 Trabalhos mais recentes de Arlindo Júnior, como 'No Teatro da Vida', gravado ao vivo em 2017 no Teatro Amazonas, e 'O Boi Dá Samba', lançado este ano trazendo sucessos do boi-bumbá em versões de samba e pagode também constam nas plataformas digitais.

"Temos que estar em todas as plataformas, até porque é uma forma de ganhar dinheiro também. Tem música que o pessoal sempre curte e outros CDs que muitos nem lembram. Mas todos estão aí disponíveis para quem quiser ouvir", destacou o 'Pop da Selva'.

News whatsapp image 2019 06 22 at 17.28.20 a187bead 9f3c 42a6 86d0 61eb3f792e97
Jornalista de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.