Publicidade
Entretenimento
PARCERIA

Canção de Rui Machado e Valdo Cavalcante sobre 'amor total' vence o Fecani

Jaque Santos foi a responsável por interpretar 'Por um Triz', que levou a melhor sobre as concorrentes em um dos mais tradicionais festivais do Norte do País 09/09/2018 às 18:27 - Atualizado em 10/09/2018 às 08:35
Show whatsapp image 2018 09 09 at 18.06.47 3c20be01 2c1e 40f1 b7ee fae852d0c6f4
Karol Rocha Manaus

A canção 'Por um Triz', de autoria do artista plástico, poeta e compositor Rui Machado, em parceria com o músico Valdo Cavalcante, foi a grande vencedora da 33ª edição do Festival da Canção de Itacoatiara (Fecani), que encerrou neste sábado, em Itacoatiara, a 269 quilômetros de Manaus.  

No festival, a música foi interpretada pela cantora Jaque Santos e acabou recebendo o prêmio máximo do evento, um dos mais tradicionais da música no Norte do País. “A sensação de ganhar o concurso é indescritível, é muita felicidade concorrer com centenas de músicas e tirar o primeiro lugar. Recebi a noticia no meio da noite, e o meu coração só foi felicidade e gratidão”, afirmou Rui Machado. .

O autor explicou sobre a canção vencedora, que fala de amor. “A letra fala uma pessoa que se entrega para outra no amor total, não quer saber de nada, mergulha de cabeça e no final quando tudo acaba não se arrepende de nada. Só se arrepende do que não fez”, explica.

Sobre a valorização da cultura e da música nacional, o compositor destaca o Fecani como um importante evento. “É de grande importância valorizar a cultura no geral até porque quando a gente fala de música na Amazônia, o festival traz compositores de todas as partes do país. O Fecani é um dos sobreviventes da era dos festivais, ele ainda hoje consegue resistir e torço para que venha mais edições”, destacou Machado.

Promovido pela Associação dos Itacoatiarenses Residentes em Manaus (Airma), o Fecani tem como objetivo   estimular a participação de compositores, músicos e intérpretes do Brasil, Perú, Colômbia, Venezuela, Bolívia e Cuba, desde que inscrevam canções inéditas e de própria autoria, em português ou espanhol.

Neste ano, participaram como atrações nacionais: Maiara e Maraísa, Frejat, Jorge Aragão e o grupo Revelação e ainda teve espaço para 20 atrações locais.

“Nos últimos cinco anos, eu acho que foi uma das melhores edições do festival. Tivemos alguns problemas em relação ao tempo e a chuva, mas conseguimos realizar todo o evento. Passaram pelo evento em torno de 200 mil pessoas, com a chuva que teve as pessoas acabaram indo embora mas houve um fluxo muito grande de pessoas, dentre turistas”, explicou um dos coordenadores do Fecani, Manolo Olímpio.

Segurança

Na avaliação das autoridades de segurança, o evento foi tranquilo e sem registro de graves ocorrências, conforme levantamento do Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC), órgão responsável pelos grandes eventos e vinculado a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

“Tivemos uma estrutura com câmeras de monitoramento, acompanhamento dos registros pelo Disk 190, ação do nosso colegiado dos órgãos estaduais e também municipais, entre eles a Corregedoria, Polícia Militar, Corpo de Bombeiro Militar do Amazonas, Defesa Civil, Prefeitura de Itacoatiara, órgãos de trânsito e o Conselho Tutelar. A operação transcorreu dentro das normalidades apesar de termos ainda alguns entraves com relação a paredões, mas no tocante à segurança pública o evento transcorreu com sucesso. Não tivemos homicídios e nem roubos”, explica o tenente Renan Libório, do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

De acordo com o Governo do Estado, o evento reuniu, em média, cerca de 30 mil pessoas em cada um dos dias de festival.

Publicidade
Publicidade