Sexta-feira, 15 de Outubro de 2021
Audiovisual

Curta-metragem 'Jamary' é selecionado para festival de cinema em Portugal

Filme que retrata a lenda indígena do Anhangá integra o CineEco 2021 – 27º Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela



WhatsApp_Image_2021-08-12_at_17.21.03_90639C6A-58AA-409B-8091-FF957015EFB1.jpeg Produção possui toques do cinema fantástico em meio à floresta (Foto: Divulgação)
24/08/2021 às 16:45

Retratos do povo amazônico e temas sensíveis como a preservação do meio ambiente são temas abordados no curta-metragem “Jamary”, que foi selecionado para o seu primeiro festival internacional de cinema: O CineEco 2021 – 27º Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela. O evento será realizado entre os dias 9 e 16 de outubro na cidade de Seia, em Portugal. As gravações do filme iniciaram em dezembro de 2020, com direção do ator e diretor amazonense Begê Muniz.

Destaque no cinema nacional, “Jamary” também foi selecionado para outros festivais, como o FAM - Florianópolis Audiovisual Mercosul, na categoria “Mostra competitiva curtas infantojuvenil Mercosul”, que será realizado de 23 a 29 de setembro de 2021. Não menos importante, a obra também integra a 20º Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. O curta-metragem é um projeto contemplado pelo edital Manaus de Conexões Culturais – Lei Aldir Blanc 2020. Begê declara que a ideia é que o ‘curta’ vire um longa-metragem e enfatiza que o roteiro já foi escrito.

"Vejo que o filme tem agradado o público, o que fortalece o projeto, já que a intenção é que o ‘Jamary’ vire um longa-metragem cujo roteiro já foi escrito e está passando pelo processo de ‘tratamento’. Fico feliz pelo projeto se ambientar em nossas origens e nosso povo amazônico, e esse trabalho vem ser vitrine de nossa rica cultura mundo afora, além de tratar de temas sensíveis como a preservação do nosso ambiente – que também é umas das mensagens principais do curta-metragem e também será do longa”, aponta Begê.

Enredo

A pequena Ane, interpretada pela atriz Júlia Cabral, é uma menina que mora na zona rural de Manaus, e que passa as tardes brincando nos arredores da floresta com seus primos Madson (Carlos Eduardo) e Janice (Clara Leonel). Ela se depara com Anhangá, um espírito indígena presente na cultura de várias etnias do País. Mas é bem no meio da floresta que Ane encontra a verdadeira assombração.

O filme conta com a participação de Rosa Malagueta, uma das grandes estrelas do cinema amazonense. Júlia Cabral, Carlos Eduardo e Leonel estreiam no elenco “teen”. A obra pode ser assistida no site famdetodos.com.br.

Perfil

Begê estreia como diretor no audiovisual, mas enquanto ator, já atuou na novela “Além do Horizonte” (2014), da Rede Globo; e nos filmes “A Floresta de Jonathas” (2012) e “Antes o Tempo Não Acabava” (2016).

 



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.