Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021
ENREDO DEFINIDO

Escola de Samba Primos da Ilha vai homenagear José Azevedo, fundador da TV Lar

Com 31 anos de fundação, a escola de samba resolveu contra a trajetória do empresário que foi um dos responsáveis pelo crescimento econômico da capital amazonense



7a3b0145-27d9-44d5-bb05-cc034ed58b14_D28A91C5-3841-4A32-9C2D-8D3AEFF8E7FD.jpeg Fotos: Divulgação
17/10/2021 às 12:00

José dos Santos da Silva Azevedo, empresário e fundador do grupo TV Lar, foi o escolhido para ser homenageado pelo Grêmio Recreativo Escola de Samba (G.R.E.S) Primos da Ilha no Carnaval 2022 de Manaus. Com 31 anos de fundação, a escola de samba resolveu contar a trajetória do empresário que foi um dos responsáveis pelo crescimento econômico da capital amazonense.

Segundo a presidente da Primos da Ilha, Rejane Araújo, a escolha do tema foi feita na semana passada, quando a agremiação recebeu a autorização do grupo TV Lar.



"Pretendemos levar para a avenida do samba, a chegada do sr. Azevedo, ainda com um ano de idade no Amazonas - ele nasceu em Portugal. Sua infância humilde, sua criação com a sua avó, o empreendedorismo na juventude, quando se tornou cônsul honorário de Portugal no Amazonas e toda a sua trajetória", descreve a presidente.

Além de presidente do grupo TV Lar, José Azevedo presidiu a Associação Comercial do Amazonas (ACA), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). O empresário morreu no dia 23 de junho de 2018, com 84 anos. Atualmente quem está à frente do grupo TV Lar é seu filho, Antônio Azevedo.

A Ilha à todo vapor

Após a permissão do grupo TV Lar, a escola de samba começou a elaborar o projeto de desfile que consiste em definir a sinopse do enredo; desenhos das fantasias; alegorias e demais itens para o desfile. Ultrapassada esta etapa, a direção da Primos da Ilha começa a cotação de orçamento para a matéria-prima, como também de mão-de-obra.

A presidente da agremiação ressalta que a mudança da data do Carnaval de Manaus é bastante favorável, tendo em vista a possibilidade de surgir novas parcerias.

"Vale ressaltar que o carnaval de Manaus, mudou de data, com o desfile que acontecia tradicionalmente no sábado gordo, passando para o sábado magro, significa dizer, quer o carnaval de Manaus passar a ser mais competitivo saindo da disputa do eixo Rio/São Paulo, podendo atrair parceria que podem contribuir e muito para o engrandecimento do nosso carnaval", ressalta a presidente.

Vacinação permitirá "folia segura"

Questionada sobre como a Primos da Ilha lidou e está lidando com o contexto pandêmico, Rejane Araújo destacou que a escola de samba se colocou ao lado da ciência durante todo o período da pandemia.

"Passamos praticamente dois anos com o mínimo de atividades em nossa sede, ao ponto de passar por dificuldade de manter a pasta administrativa em nossa agremiação. Contudo, com o avanço da vacinação vislumbraremos uma carnaval em 2022 pujante e belo em nossa cidade", destaca Araújo.

Apesar do sinal verde para o Carnaval de Manaus, a presidente da Primos da Ilha lembra da necessidade de completar o esquema vacinal contra Covid-19, além de obedecer os protocolos sanitários.

"Nossa agremiação acredita que a população quer e necessita da volta à normalidade, mas, para isso, devemos seguir o que manda os especialistas e os governantes estaduais e municipais. É necessário, como por exemplo, tomar as duas doses da vacina; manter ainda o uso das máscaras e por fim a higienização das mãos com álcool em gel", relembra.

De acordo com a presidente da agremiação, as atividades da Primos da Ilha devem iniciar na segunda quinzena de outubro, com a retomada dos ensaios abertos. E em novembro, estão programados os lançamentos dos sambas-enredos, dos protótipos de fantasias. Já para o último mês do ano, a produção deve estar voltada exclusivamente em preparo ao desfile.

Tradição carnavalesca da família Medeiros

A escola de samba “Primos da Ilha” tem esse nome não é por acaso. O fundador Nelson Medeiros criou os três filhos dentro do barracão da escola de samba, que por muito tempo ajudaram o pai a colocar a “Ilha” na avenida.

Após a morte do Seu Nelson, os filhos assumiram a direção da escola. Nelma Medeiros já foi presidente e passou a função para Werly Medeiros (Nelsinho) que até hoje dirige a escola ao lado da esposa e atual presidente Rejane Araújo.

A vice-presidente Fernanda Medeiros, quando adolescente foi porta-bandeira. Em seguida, passou a exercer a função de diretora-geral de harmonia. Hoje, o primo Thiago Souza exerce o cargo de diretor-geral de harmonia há sete anos.

Uma curiosidade da escola é que em todos os anos um membro da família Medeiros deve segurar o pavilhão. No último desfile, Luana Medeiros passou o pavilhão para a prima Cecília Medeiros.

News b9c859f0 b845 415e 97aa d9fe4eb65dc1 96581f6b 36a1 4a7c a5d9 8f8c56b0b256
Repórter de A Crítica
Amazonense, nascido e criado em Manaus. Graduado em Jornalismo e mestrando em Antropologia Social, ambos pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.