Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021
Planejamento

Eventos da Sec. de Cultura devem permanecer em formato híbrido

"Nós adotamos esse formato híbrido, onde você tem parte do público presencial e outra parte acompanhando por meio de recursos tecnológicos”, destaca Marcos Apolo Muniz, titular da pasta



b0225-1f_7FC4167F-64AE-4DE6-8FA7-E02AE20E7A1D.jpeg Segundo Muniz, alguns projetos para a retomada cultural na cidade já começaram a ser implementados (Foto: Michael Dantas/Divulgação)
28/09/2021 às 17:07

O circuito cultural de Manaus está sendo retomado aos poucos, por meio de programações que exigem do público o cumprimento de todos os protocolos de segurança contra a Covid-19, como o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social nos espaços.

Durante a pandemia, a Internet passou a ser uma ferramenta eficaz para a divulgação e transmissão de muitos eventos, a exemplo da “Live Parintins 2021”. Com isso, um dos modelos que vieram para ficar são as atividades em formato híbrido, que misturam o virtual e o presencial.

“Quando começou a pandemia, uma das formas que encontramos de fazer com que a cultura chegasse até às pessoas foi através das mídias. Então surgiu a ideia do projeto que intitulamos ‘Cultura Sem Sair de Casa’ – um projeto que oferece experiências por meio da arte, no período de isolamento social, com aulas virtuais disponibilizadas no YouTube e Instagram. Nós adotamos esse formato híbrido, onde você tem parte do público presencial e outra parte acompanhando por meio de recursos tecnológicos”, destaca o titular da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.

Programa + Cultura

Apolo explica que a Secretaria de Cultura busca medidas para a retomada da economia da cultura. Segundo o secretário, parte desse plano já foi implementado, a exemplo da criação dos editais “Equipa Cultura” e o “Amazonas Criativo”. “O trabalhador da cultura que tiver o projeto aprovado, pode adquirir equipamentos. O objetivo é que, aqueles que tiveram que vender o material de trabalho para sobreviver à pandemia, possam reaver seu bem e voltar a trabalhar”, diz o titular da pasta, a respeito do primeiro edital citado.

Já o “Amazonas Criativo” contempla projetos nas modalidades de produção artística, mostras e exposições, formação livre e criativa, shows e espetáculos artísticos, memória e pesquisa cultural. Cinquenta por cento das vagas estão destinadas a projetos do interior e o projeto beneficiará artistas e comunidades nos municípios. O prêmio tem o valor máximo de R$ 45 mil. Os dois editais fazem parte do programa +Cultura, um pacote de ações voltadas à cultura e economia criativa, lançado pelo governador Wilson Lima.

Próximos projetos

São tempos difíceis, portanto, os próximos passos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa são sempre baseados nos dados da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas. Este ano, além dos editais lançados, que disponibilizam mais de R$ 8 milhões aos projetos culturais, acontece também o processo de eleição do Conselho Estadual de Cultura e a programação comemorativa aos 125 anos do Teatro Amazonas. A secretaria também já está trabalhando no primeiro Festival de Circo do Amazonas; e também nas tratativas para a tradicional programação natalina.



Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.