Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
FOTOGRAFIA

Fotógrafo amazonense Christian Braga ministra oficina sobre fotografia documental

Christian Braga, 26, nasceu em Manaus, mas atualmente mora em SP. Serão abordadas questões fundamentais sobre projetos fotográficos



b0110-5f_wera_mimi_e_kreuixa_guarani__indios_albinos_guarani_que_moram_no_sul_do_par_.jpg Wera Mimi e Krexu'ia Guarani, índios albinos guarani que moram no sul do Pará (Fotos: Christian Braga/Divulgação)
10/01/2018 às 14:51

Usar a fotografia para registrar a história é como escrever, com luz, as páginas dos livros futuros. E é isso o que faz o fotógrafo amazonense Christian Braga, 26. Ele, que mora há três anos em São Paulo, ministrará na cidade natal duas oficinas sobre fotografia documental. A atividade acontece no Icbeu, Centro de Manaus, nos dias 20 e 24. De acordo com o fotógrafo, serão abordadas quatro questões fundamentais sobre o processo de realização de um projeto fotográfico, baseadas em experiências pessoais durante os seus sete anos de trabalho.

Ainda segundo Christian, as quatro questões envolvem as respostas às perguntas “O que é fotografia documental?”, “O que documentar?”, “Como viabilizar o projeto?” e “Como executar?”. As características básicas da fotografia documental também devem ser exploradas. “Uma característica básica é a possibilidade de contar grandes histórias de forma aprofundada. A fotografia documental exige uma relação muito orgânica e próxima com o tema/assunto, onde a fotografia pode ir além de um mero registro para uma reflexão e compreensão do tempo, espaço e do contato com as pessoas que vão ser documentadas”, conta ele.

O trabalho de Christian com fotografia documental sempre esteve ligado a questões de direitos humanos e socioambientais. “Desde lá já realizei diversos trabalhos em várias regiões do País. Realizei a cobertura das manifestações de junho que mexeram com o Brasil em 2013 pela Mídia Ninja. Documentei pelo Jornalistas Livres um acontecimento histórico e triste em Manaus ano passado, que foi o massacre dentro dos presídios, que resultou na morte de mais de 60 pessoas”, declara ele.

Indígenas


Ocupação dos índios Guarani no maior pico de São Paulo, o do Jaraguá (Foto: Divulgação)

Braga também realizou diversos trabalhos em aldeias indígenas, como a do povo indígena Tembé no Pará e a festa da Menina Moça, que é quando os jovens deixam de ser crianças para serem adolescentes - aliás, uma das fotos está grafitada em um mural no viaduto da Darcy Vargas. “Produzi um trabalho fotográfico com o povo indígena Yanomami, em Roraima, que realizei junto com o Instituto Socioambiental (ISA) para documentar o limite leste da maior terra indígena do Brasil e para conferir se tinham indícios de garimpo ainda no local”, comenta ele.

Além disso, Braga documentou os índios Ashaninka, Yawanawá e Guarani, onde realizou a documentação em parceria com a mídia internacional Al Jazeera sobre a vida de Krexu’ia Guarani, uma indígena que vive com albinismo na única aldeia Guarani na Amazônia, com apenas 50 indígenas. “E participei por três anos seguidos a Mobilização Nacional Indígena em Brasilia, que reúne 4 mil indígenas de todo o Brasil. Também realizei trabalhos coletivos como o Offside Brazil, que foi organizado pela Agência Magnum de fotografia, a retratar por um mês o ‘outro lado da Copa do Mundo’”, afirma ele.

Trabalhando com fotografia documental, o que mais impactou Braga como profissional e como ser humano foi viver um pouco da realidade de populações altamente vulneráveis, que é resultado da enorme desigualdade social do País: pessoas que não tem o que comer, onde morar e que são invisibilizadas.

“O que mais me sensibilizou de tudo o que eu já documentei foi a luta do movimento indígena para a demarcação de suas terras. Em todas as aldeias em que tive a possibilidade de ir, muitas ainda sofrem com violência de fazendeiros, doenças pelo contato com o mundo urbano, a falta de incentivo e políticas, o etnogenocídio, o racismo e etc.”, completa ele.

Christian Braga

Christian Braga é natural do Amazonas e é fotógrafo e documentarista. Mora há três anos em São Paulo. Nasceu em 19 de maio de 1991. Fez faculdade de Física e Engenharia Elétrica, mas não se formou em nenhuma e escolheu viver de fotografia. É membro fundador da rede de Jornalistas Livres. Fez parte da equipe da Mídia Ninja de 2013 a 2015. Desde 2013 realiza trabalhos em territórios indígenas no Norte do País, participando de expedições e imersões documentais, além de acompanhar por três anos consecutivos a Mobilização Nacional Indígena em Brasília.

Serviço

O quê: Oficinas de fotografia documental com Christian Braga
Quando: Dias 20 e 24 de janeiro (sábado e quarta)
Horário: 20 (sábado) - 08h30 às 12h; 24 (quarta) - 18h30 às 22h
Onde: Galeria Icbeu, na avenida Joaquim Nabuco, 1286, Centro
Quanto: R$ 55 + 2 produtos de limpeza que serão doados para a Casa da Criança inscrição Mandar um email para inscricaofotodoc@gmail.com com a data escolhida, nome, telefone; a equipe vai retornar com os dados para transferência bancária ou depósito
Informações: (11) 98796-7396

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.