Sábado, 05 de Dezembro de 2020
BOLA OVAL

Campeonato Amazonense de Futebol Americano volta em novembro com A Crítica como parceira

Manaus Christian Cavaliers, Manaus Futebol Americano, Lobos FA e Projeto Futebol Americano na Escola vão disputar o título deste ano e partidas terão transmissão pelo acritica.com



kick_DAC63AF1-288E-4263-9D5D-7C4159526D8E.JPG
11/10/2020 às 16:57

A bola oval vai voar a partir do dia 8 de novembro para a 15 ª edição do estadual de futebol americano do Amazonas. A novidade é que nesta edição é a parceria com A CRÍTICA e a disputa se chamará Campeonato Amazonense A CRÍTICA de Futebol Americano. Neste ano, quatro equipes brigam pelo título da competição: Manaus Christian Cavaliers, Manaus Futebol Americano, Lobos FA e Projeto Futebol Americano na Escola (FAE).

De acordo com o Gerente de Marketing Corporativo da Rede Calderaro de Comunicação, Rodrigo Barros, a parceria inédita é uma aposta em uma modalidade que vem crescendo no Brasil nos últimos anos e o interesse pode ser até maior pelo amazonense ser o único campeonato que irá acontecer no Brasil no ano de 2020.



“Fechamos a transmissão do campeonato e temos a autorização, mas ainda estão definindo os maiores detalhes desta parceria. É um esporte que nunca havíamos trabalhado antes e o futebol americano é um esporte que vem cada vez mais crescendo o interesse do público e resolvemos apostar. Fizemos um projeto para este ano, que é atípico e vamos ver a aceitação do público. Esperamos um resultado positivo para nas próximas edições fechar outros contratos com a Federação”, explicou.

Já para o esporte local, a parceria pode significar a retomada do futebol americano, já que no ano passado não houve competição e, em 2018, algumas equipes, devido à desentendimentos políticos, deixaram o campeonato que acabou com o Manaus aclamado campeão da última edição.

“A parceria é importantíssima, uma vez que precisamos apresentar novamente para o público manauara toda a força da modalidade aqui em Manaus. A ACRÍTICA nos últimos anos vem nos ajudando, porém esse ano de 2020 visualizou um produto novo e valioso, e resolveu apostar. Estamos bem felizes e satisfeitos com a forma que estamos sendo tratados pela empresa e juntos vamos transformar o esporte na nossa cidade”, disse Renner Silva, um dos organizadores do campeonato.

Fórmula de Disputa

A competição está prevista para acontecer em oito datas, com rodadas duplas – jogos pela manhã e à tarde. Todos os times jogam contra todos em turno único. O primeiro lugar geral vai direto para a final. O segundo e terceiro colocados, disputam a semifinal. A decisão está marcada para o dia 31 de janeiro, em local ainda indefinido. A primeira rodada será no dia 8 de novembro com os jogos entre: FAE e Cavaliers, às 9h e Manaus contra os Lobos, às 14h.

A segunda rodada será apenas no dia 22 de novembro por conta das eleições municipais. Assim, FAE e Manaus abrem a segunda rodada, às 9h e Cavaliers e Lobos fazem o jogo das 14h. A primeira fase termina no dia 24 de janeiro com Lobos x FAE, pela manhã e Cavaliers e Manaus, na parte da tarde.

As partidas acontecerão no gramado do atletismo, na Vila Olímpica de Manaus na , Zona Centro-Oeste de Manaus, local que já é conhecido por receber os jogos da bola oval. Os jogos não terão a presença de público e respeitarão as medidas de segurança, sem compartilhamento de equipamentos.

Ao todo, serão quatro participantes para a 15ª edição do Amazonense, que teve início em 2006, também com quatro times. Daqueles debutantes, apenas um ainda existe: o Manaus Cavaliers.

CONHEÇA OS PARTICIPANTES:

Manaus FA - Campeão da última edição, o Manaus manteve 90% do elenco do último campeonato. “Recrutamos alguns atletas pontuais para posições que tivemos baixas. O que pode pesar a nosso favor é o conjunto de uma equipe atuando a duas temporadas”, disse o presidente do time, Renner Silva. Entre os reforços pontuais estão Patrick Nunes, vindo da equipe de Sorriso, do Mato Grosso, e o Quarterback João Breno, que veio do Mato Grosso do Sul para suprir uma necessidade na posição e remodelar o time ofensivo. Lobos FA

Manaus Cavaliers - Maior campeão do Manaus Bowl com cinco títulos, o Cavaliers foi o primeiro time a retomar os treinos, ainda no mês de agosto. Por conta da pandemia, os treinos retornaram por setores: defesa, ataque e especialistas, até que fosse retomado com toda a equipe. O time está sem o ‘head coach’ (treinador principal) contando com os treinadores de defesa e ataque. “Aceitei o pedido da diretoria para assumir como coordenador defensivo, porém tem sido um desafio muito grande, pois quando se está em campo é difícil analisar de forma completa”, disse Aldemir Stone, jogador da secundária do Cavs.

Projeto FAE- Fundado em 2016, o Futebol Americano nas Escolas faz parte do projeto Voz Ativa, que desenvolve atividades multidisciplinares. No elenco, são 40 atletas e mistura jovens com jogadores experientes como os quarterbackers Paulo Coffee e Danilo Milome, além de Alan Silva e Girleno Filho. “Tá sendo desafiador porque quando o time é jovem a gente ensina mais a parte técnica do que a parte tática, mas estamos nos empenhando ao máximo para fazer uma boa campaha” disse Danilo que é coordenador ofensivo e quaterback.

Lobos FA - Fundado em 2013, o Lobos tem na sua origem o DNA dos projetos sociais. E foi através de uma iniciativa que levava o FA para as escolas que o Lobos formou o time que entrará em campo nesta edição. De acordo com a presidente do time, Fátima Maia, 15 jogadores vieram do projeto. “Montamos times em escolas um na Escola Sólon de Lucena e outro da escola Adelaide Tavares de Macedo de onde tiramos ótimos jogadores para o time oficial. Os Lobos vêm treinando a cada dia e temos uma evolução do time”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.