Publicidade
Esportes
No Naça

Dança das cadeiras no Nacional: sai Sinomar Naves, retorna Arthur Bernardes

Após empate no clássico Rio-Nal, Sinomar Naves pediu demissão e a diretoria nacionalina trouxe de volta seu antecessor, Arthur Bernardes 04/02/2018 às 19:04
Show nau
Bernardes retorna ao cargo que "abandonou" e deixou nas mãos de Naves (Foto:montagem)
ACritica.com* Manaus (AM)

No Nacional as coisas funcionam, pelo menos quando o assunto é trocar de comando. Depois de deixar o Leão às vésperas da estreia na temporada, o técnico Arthur Bernardes reassume o elenco do Nacional Futebol Clube. O treinador de 62 anos, foi reapresentado na tarde deste domingo (4), no Centro de Treinamento Barbosa Filho, no bairro Coroado, na Zona Leste da capital.

Bernardes já entra em campo com o time na próxima terça-feira (6), contra a Ponte Preta/SP, pela Copa do Brasil. No Campeonato Amazonense, o time joga somente após o carnaval diante do Fast Clube.

Dança das cadeiras

O "novo" treinador do Leão da Vila chega para reassumir a vaga que deixou á cargo de Sinomar Naves, que pediu demissão na manhã deste domingo (4). Naves, que chegou para comandar a equipe no início do mês de janeiro, teve três partidas sem nenhuma vitória.

O Naça teve uma derrota para o Manaus FC, um empate contra o São Raimundo e um novo empate diante do Rio Negro, no último sábado (3). A equipe está em último lugar no seu grupo com apenas dois pontos ganhos.

O pedido de saída do treinador ocorreu no CT Barbosa Filho, e aceito pelo gerente executivo de futebol Carlos de Souza, o diretor de futebol profissional Maurilio Aguiar e o presidente do clube Roberto Pegy Pinheiro.

“Sinomar Neves é um grande profissional. Lamentamos por não termos conseguido alcançar nossos objetivos. Mas aceitamos o pedido dele”, explicou o presidente do clube, Roberto Peggy.

O elenco do Nacional voltou aos trabalhos na tarde deste domingo, no CT Barbosa, onde foram comunicados da mudanca na comissão técnica. Nesta segunda-feira (5), o time treina em dois períodos sendo pela manhã no CT e a tarde na Arena da Amazônia.

"As vitórias não estão vindo. Diante do respeito que tenho pelo torcedor e pelo clube, resolvi sair", declarou o ex-técnico Sinomar Naves.

*Com informações da assessoria

Publicidade
Publicidade