Publicidade
Esportes
FUTSAL

Escola de Futsal do Santos FC abre matrículas para jovens em Manaus

Novo centro de formação de atletas é comandado pelo professor Iranildo Alves. O público alvo são meninos na faixa dos 6 aos 15 anos 07/03/2018 às 12:50 - Atualizado em 07/03/2018 às 13:35
Show santos fc manaus
(Foto: Emanuel Mendes)
acritica.com

O futsal ganhou um novo centro de formação de atletas na capital amazonense. Na manhã do último sábado (3) foi inaugurada a Escola de Futsal Oficial do Santos FC em Manaus. As aulas serão ministradas pelo renomado professor Iranildo Alves, multicampeão nas quadras do Amazonas, enquanto a coordenação geral do empreendimento está a cargo do professor David Filho.

As matrículas estão abertas e o público alvo são meninos na faixa dos 6 aos 15 anos, com aulas em quatro dias na semana – segundas, quartas e sextas-feiras, além de uma turma extra aos sábados. Os treinos acontecem no ginásio poliesportivo da Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal (APCEF-AM), localizado ao lado do Tribunal de Contas do Estado (TCE), na Avenida Efigênio Sales.

Os alunos já matriculados na escola de futebol do Santos FC em Manaus têm descontos nas mensalidades, enquanto o valor para novos atletas é promocional de inauguração. Informações podem ser obtidas por meio dos telefones (92) 98233-6633 ou 99449-0169.

Metodologia

De acordo com o professor Iranildo Alves, a metodologia dos treinamentos levará em conta a faixa etária dos alunos. A ludicidade a formação cidadã é a prioridade da escola. “As crianças vão brincar, acordo com faixa etária, participar de jogos recreativos e lúdicos e de inteligência tática, visando diversificar os movimentos e os elementos da técnica individual do futsal e alguma coisa da tática da modalidade”, explicou o especialista.

O coordenador geral da franquia do Peixe em Manaus, David Filho, explicou que a ideia inicial é formar novos atletas de futsal. Ele não descarta, entretanto, a participação dos Meninos da Vila das quadras nos campeonatos de futsal de base do Estado. “De início nós vamos fazer as matrículas, organizar as turmas e assim que tiver tudo organizado nós vamos participar de competições também, tanto da federação quanto da liga”, disse David.

*Com informação da assessoria

Publicidade
Publicidade