Publicidade
Esportes
LIBERTADORES

Estádios de Manaus vão receber reparos em outubro visando a Libertadores Feminina

A manutenção contemplará o gramado, a parte elétrica e a infraestrutura das praças esportivas da capital. Competição sul-americana começa em novembro 02/10/2018 às 02:07 - Atualizado em 02/10/2018 às 08:16
Show colina 156e7eac 1850 4ae3 92b2 6dc2587ae0df
Foto: Arquivo/AC
Camila Leonel Manaus (AM)

Os estádios Carlos Zamith e Ismael Benigno e a Arena da Amazônia entraram em manutenção no início desta semana. Durante o mês de outubro, as praças esportivas passarão por reparos na parte elétrica, de infraestrutura e no gramado. A medida faz parte da preparação para a Copa Libertadores feminina que acontecerá no mês de novembro.

A manutenção vem em um momento onde os estádios padeciam de obras. No último sábado (29), por exemplo, quem foi assistir a abertura da Série B do Barezão no estádio Carlos Zamith, Zona Leste de Manaus, se deparou com um gramado seco, ralo e com barro em algumas partes do campo.

“O gramado estava em péssimas condições e, quando a gente chegou, até perguntou se ia ter jogo mesmo. Não tinha condições de jogo para um toque de bola excelente. Estava irreconhecível”, diz o meia Raílson, do Iranduba. Além de dificultar o toque de bola, o estado do gramado também apresenta riscos para os jogadores.

“Além de não ter água nos vestiários, o gramado estava muito seco e duro e isso diminui a qualidade do jogo e aumenta o risco de lesão”, completa o atacante do Sul América, Marinho, que marcou dois gols na vitória do Sulão sobre o Clipper por 4 a 1.


Jogadores reclamaram das condições do gramado no estádio Carlos Zamith. Foto: Antônio Assis/FAF

De acordo com a Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), um problema na bomba deixou o gramado nesse estado. “Houve um problema na bomba d’água que é responsável pela irrigação do campo do estádio Carlos Zamith, motivo pelo qual, juntamente com as altas temperaturas, o gramado ficou prejudicado. A Sejel esclarece que já foram tomadas as devidas providências”, disse em nota.

Durante a manutenção, o uso dos estádios será alternado. A ideia é dar um descanso mínimo de dois dias entre uma partida e outra. Porém, na quarta-feira (3), haverá rodada dupla da Série B na Colina e, na quinta (4), o estádio também será usado nos jogos da abertura do Amazonense Feminino

Publicidade
Publicidade