Quarta-feira, 28 de Julho de 2021
Contratação

Manaus anuncia a contratação de Marcelinho para o restante da temporada

Manacapuruense de 36 anos, com passagens pela seleção da Bulgária, é o mais novo reforço do Gavião do Norte



WhatsApp_Image_2021-04-19_at_18.11.05_C882700D-1885-4758-8ED8-C14E18DE2F6B.jpeg Foto: AFP
19/04/2021 às 18:26

O Manaus anunciou na tarde de segunda-feira (19) a contratação do meia-atacante Marcelinho (ex-Vitória), para o Brasileirão - Série C e a reta final do Barezão. O amazonense naturalizado búlgaro, que brilhou com a camisa do Ludogorets da Bulgária por nove anos, assinou com o Gavião do Norte até o fim da Série C e falou, em sua coletiva de apresentação, os motivos de aceitar o desafio no futebol baré.

“É uma honra, não apenas vestir as cores do Manaus, mas voltar ao meu estado, as minhas origens e poder jogar futebol aqui. Eu praticamente não joguei profissionalmente no Amazonas, então voltar para o maior clube local, com todo respeito aos outros, me deixa muito feliz. O Manaus tem objetivos grandes e eu sempre frisei isso na minha carreira. Cheguei para participar do sucesso do Manaus, quero andar junto e sou muito grato pela confiança que estão me passando”, disse Marcelinho em suas primeiras palavras como jogador do Manaus. 



Quando questionado sobre o motivo que o fez voltar ao futebol amazonense, Marcelinho reforçou os objetivos de conseguir levar o Manaus pela primeira vez à uma Série B do Brasileiro e, foi até mais longe, ao citar a primeira divisão da competição nacional mais importante do país.

“Acredito que seja pelo objetivo, o Manaus tem condições de novamente levar um time do estado de volta à Série B ou quem sabe a Série A. Eu também tenho ambições na minha carreira, por tudo aquilo que passei fora do país, sempre frisei vencer. O Manaus está muito bem visto no país com objetivos grandes, como clube organizado, que tá tentando dar o melhor para os seus jogadores, então não tenha dúvida que isso é um fato importante. Como eu falei, quero participar do sucesso do Manaus e fazer de tudo para que, no próximo ano, a gente esteja jogando uma Série B”, citou o novo reforço do Gavião do Norte.

Currículo de peso

Com experiência de já ter atuado nas principais competições do velho continente, Marcelinho falou sobre como isso pode ajudar o restante do elenco, mas destacou que a sua longevidade em grandes praças do futebol internacional não é tudo, e ressaltou que o seu principal diferencial ele quer mostrar, com o seu desempenho, dentro de campo.

“É claro que a gente tem uma experiência, como jogar uma Champions League ou uma Europa League, enfrentar grandes clubes. Dentro da Europa eu adquiri, de fato, muitas coisas, mas mesmo que a experiência seja importante, isso não é tudo. Eu vim para ajudar o Manaus dentro de campo. Tive uma conversa com o Luizinho, falamos sobre essa parte de ajudar com uma conversa, mas o que eu mais quero fazer é contribuir atuando e por isso vou frisar muito na forma física. Antes de assinar o contrato, foi algo que bati muito na tecla, de ter esse tempo de me preparar bem e ajudar o Manaus dentro de campo”, destacou.

Onde gosta de jogar

“Marcelinho é um meia-ofensivo, eu sempre fui um meia-organizador. Lógico que quando mais novo, eu era muito mais rápido, mas a Europa me mudou muito em questão de organização. Eu virei muito mais armador, ganhei essa referência dentro do Ludogorets, ajudava o time a jogar, então acredito que posso ajudar neste quesito de organização, pensamento rápido, com assistências, enfiada de bola, buscando sempre estar dentro da área, jogando também como um segundo atacante”, disse.

Quando vai estrear

“Nossa conversa foi bem clara com toda a diretoria. Eu preciso de um tempo para me preparar, mas também reconheço, fiz todos os exames, o próprio preparador físico disse que o meu biotipo é bom. Eu também não estou totalmente parado, mas não estou 100% para estar dentro de campo, agora a gente vai trabalhar, com muita força, dedicação para que a gente possa estar o mais rápido possível na melhor forma e poder entrar em campo. Acredito que o Manaus passará e, quem sabe em alguns jogos lá pro final, eu já não possa estar dentro de campo”, frisou.

Vontade de vencer

“A gente ainda tem o Amazonense, tá chegando o mata-mata. Quem não quer ser campeão? Como a gente tem o Amazonense, eu quero ser campeão. Vou pegar a parte final, mas eu quero sim conquistar o título, não tenha dúvidas. O objetivo maior é colocar o Manaus na Série B, seria um sonho realizado, é o meu objetivo hoje e a gente vai lutar por isso, seria uma realização tremenda voltar a ter um time amazonense em uma competição brasileira da Série B”, concluiu o jogador esmeraldino.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.