Domingo, 22 de Setembro de 2019
TORCIDA

No clima de decisão, torcedores do Manaus planejam 'festa' nas arquibancadas

Entre balões e baterias, torcidas do Manaus planejam erguer enorme bandeirão. Todos os ingressos foram vendidos para a decisão



TORCIDA_MANAUS_62B0C0F7-BBA8-4EE6-85B9-91733A4FD56F.JPG Foto: Denir Simplício
18/08/2019 às 08:11

A tarde deste domingo será histórica para o futebol amazonense. Na final do Brasileiro Série D, o Manaus pode se tornar o primeiro clube do Estado a conquistar um título nacional. O adversário é o Brusque, com quem a equipe amazonense empatou em 2 a 2 na primeira partida da final. E a torcida não quer ficar para trás. A fim de apoiar o Gavião do Norte, torcedores planejam uma grande festa para a decisão.

Will Robson, 25, líder da torcida organizada Gavirmãos, afirma que a união das torcidas do Manaus tem sido primordial para que a festa seja bonita nas arquibancadas. “O Manaus tem duas torcidas organizadas, com mais duas filiadas. E cada um desses quatro grupos ficou responsável por serviços de partes da festa. Estamos preparando uma gigante surpresa”, revelou Will. A expectativa é de que seja erguido um enorme bandeirão nas cores do Gavião do Norte. 


Enorme bandeirão será erguido na entrada da equipe do Manaus. Foto: Winnetou Almeida

Considerado o clube caçula do futebol amazonense, o Manaus conquistou novos torcedores e se tornou o xodó da cidade. Will Robson diz que é torcedor esmeraldino desde o bicampeonato amazonense, em 2018, mas que a ligação se fortaleceu em capítulo triste da história do clube, na Série D do ano passado. Na ocasião, o Manaus caiu para o Imperatriz-MA nas quartas de final, deixando o acesso à Série C escapar nos pênaltis.

Mudança no armário

A criação do Manaus é recente, portanto, o passado de alguns torcedores foi ligado a outros clubes do cenário brasileiro. É o caso de Will, que era torcedor do Vasco da Gama até criar ligação com o Gavião do Norte. “Eu era torcedor do Vasco e não acompanhava o futebol local. Hoje eu dedico minha atenção exclusivamente ao Manaus. Nem assisto aos jogos do Vasco mais”, ressaltou o torcedor.

Um dos motivos para passar a seguir o clube amazonense foi o profissionalismo que a diretoria emprega no projeto. “São transparentes e têm planos ousados. Também reconhecem todo o nosso trabalho de torcida e alinham as atividades”, exaltou, acreditando que público o também acredita no trabalho do clube. “Isso tem impacto na torcida, que de uma hora para outra quadruplicou”, declarou.

Liberação da festa

Durante a semana, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), a torcida do Manaus realizou reuniões com a Polícia Militar para que faixas, bandeirões e instrumentos da bateria fossem liberados para entrarem na Arena da Amazônia. A resposta positiva veio na quinta-feira (15). Assim como nas outras partidas da campanha, a torcida do Manaus terá todos os “equipamentos” para uma linda festa.

News ac1 c11005fb a54c 4884 8608 3c793bab9e30
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.