SEGUNDONA

Atacante Daivison do Amazonas FC fez história ao marcar o primeiro gol do clube

Buscando seguir a ascensão meteórica do Manaus FC, o clube aurinegro tem como principal objetivo o acesso à elite do futebol amazonense

Gabriel Ferreira
15/10/2019 às 17:15.
Atualizado em 10/03/2022 às 22:53

(Foto: Clóvis Miranda/Freelancer)

O Amazonas FC estreou no cenário do futebol local fazendo história no último sábado (12), vencendo a sua primeira partida oficial em rodada de abertura da Série B do Campeonato Amazonense 2019. A ‘presa’ da “Onça Pintada” (apelido do clube) foi a equipe do Tarumã, que foi derrotada pelo placar de 3 a 0.

Como um dos protagonistas do embate entre a Onça Pintada e o Lobo do Norte (apelido do Tarumã), o atacante Daivison, do Amazonas FC, marcou o primeiro gol da equipe aurinegra em competições oficiais, entrando para os anais da breve história do clube. 

Natural de Natal (RN), o jogador de 27 anos, que  faz sua primeira passagem no futebol amazonense,    falou sobre a nova experiência na carreira. O atacante também comentou  o fato de ter marcado seu nome na história do Amazonas ao ter marcado o tento histórico da equipe da Zona Leste de Manaus.

“Fico feliz em ter entrado pra história do clube. Acho que é uma sensação única pra mim. Pois nunca tinha participado de uma formação de equipe,  ainda mais estrear fazendo gol, e sendo o primeiro da história do clube, não tem preço”, declarou o camisa 9 do Amazonas, que tem o pensamento de cada partida do campeonato como se fosse uma final, até chegar o primeiro objetivo do clube: o acesso à elite do futebol amazonense.

“Espero conseguir o objetivo do clube que é o acesso, e em seguida ser campeão da Série B do Amazonense, se Deus quiser. Mas vamos dar um passo de cada vez, pois agora a nossa próxima ‘final’ será contra o Clipper (no próximo dia 19 de outubro, no Estádio Ismael Benigno, a Colina), e espero que possamos fazer uma bela partida e que a gente saia com o resultado positivo”, frisou o jogador do time aurinegro. 

No Rastro do Gavião

Novata no futebol amazonense, a Onça Pintada da Zona Leste quer mostrar que um raio pode cair duas vezes no mesmo lugar. E por coincidência ou não, a história do Manaus FC também começou na Segundona Baré, seis anos atrás. 

Em seu primeiro jogo oficial, o Gavião do Norte venceu por 2 a 1 o CDC Manicoré, no dia 14 de setembro de 2013, no estádio Bacurauzão, no município de Manicoré (distante a 618 km de Manaus). O autor do primeiro gol do time esmeraldino foi o ex-volante Rafael Mondragon, que fez parte da campanha do acesso à elite do Amazonense e o primeiro título da  história do clube esmeraldino. 

Buscando seguir o rastro do voo do Gavião Real, a predadora do futebol local, quer repetir o feito do Verdão da Capital em seu primeiro ano de vida. E se depender de  Daivison, o Amazonas FC  vai surpreender e alcançar os mesmos feitos do Manaus FC. “Sim! Sim! Temos totais condições de fazer o mesmo que o Manaus fez. E  espero que dê tudo certo pra gente na segunda divisão. E que nós possamos colocar o Amazonas FC na primeira divisão do futebol amazonense e fazer cada vez mais história no clube”, finalizou o camisa 9 da  Onça Pintada da Zona Leste.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por