Publicidade
Manaus Hoje
TRÁFICO

Empresário denunciado por agressão pela namorada acaba sendo preso por tráfico

Segundo delegada, os policiais foram à casa dele verificar situação de violência doméstica, mas descobriram um mandado de prisão por tráfico de drogas em nome do empresário 04/01/2019 às 12:25 - Atualizado em 04/01/2019 às 12:25
Show d0aa7e26 57c2 4ba2 808f 809f65aa2da9 f52738b8 ec57 4638 ba99 b4b0531f4278
Foto: Jander Robson
Fábio Oliveira Manaus (AM)

O empresário João Ferreira Novo Neto, de 33 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (4), em Manaus, em cumprimento de mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas. Ele havia sido denunciado pela namorada dele, de 30 anos, por agredi-la fisicamente na noite de quinta-feira (3), no Centro da cidade.

De acordo com a delegada Débora Mafra, titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), policiais foram até a casa do empresário para prendê-lo, pois, inicialmente, a vítima havia dito que havia sido espancada em um bar e, por conta, disso os policiais se deslocaram à residência para conduzir João Ferreira para a delegacia.

“Ela exagerou quando registrou o Boletim de Ocorrência, mas quando os policiais foram ao local prendê-lo foi descoberto que ele tinha um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas”, explicou. O empresário é investigado por envolvimento com o tráfico de drogas junto com mais três pessoas.

Na DECCM ele negou ser traficante, mas admitiu a discussão com a namorada em um bar, na rua Dez de Julho, no Centro. “Ele contou que estava bebendo com o irmão da vítima e que ela chegou ao local de Uber acusando ele de ter ficado com outra moça, que inclusive tinha ficado grávida dele. Então eles discutiram e ele falou algo em tom de ameaça”, esclareceu.

O Boletim de Ocorrência de agressão foi alterado para ameaça e o caso dele foi comunicado para o Departamento de Investigação Sobre Narcóticos (Denarc) para averiguação. Posteriormente ele deve ser encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde deve ficar a disposição da Justiça.

Publicidade
Publicidade