Quarta-feira, 23 de Junho de 2021
CRIME

Médico é preso em Presidente Figueiredo suspeito de estuprar o enteado de 13 anos

Além dos abusos sexuais sofridos, adolescente ainda era obrigado a presenciar sexo entre a mãe e o padrasto em todos os cômodos da casa



DIPF_3A5EA895-C57F-4C59-AE0A-79B6C906023A.JPG
27/05/2021 às 15:27

Um médico de 31 anos foi preso pela Polícia Civil de Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros de Manaus) nesta quarta-feira (26/05). De acordo com a polícia, o homem é suspeito de abusar sexualmente do enteado de 13 anos, e de violência doméstica contra a esposa. As vítimas denunciaram os casos ao Conselho Tutelar do município.

Segundo o titular do 37º Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Presidente Figueiredo, delegado Valdnei Silva, a mãe e o adolescente foram ouvidos na especializada, onde relataram as situações de agressões a abusos sexuais.

“O adolescente disse que durante a madrugada era obrigado a fazer massagem no padrasto, enquanto o homem se masturbava. Além disso, ele relatou que o casal fazia sexo em todos os cômodos da casa, na frente do menino. O adolescente era obrigado a fazer todas as tarefas domésticas, era tratado como empregado. Quando ele deixava de fazer, o padrasto o agredia com murros no peito, batia com o cabo de vassoura na cabeça, e já ficou de castigo trancado no quarto por sete dias”. Informou Valdnei.

O Conselho Tutelar encaminhou o adolescente ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), onde será assistido pela equipe de psicólogos e assistentes sociais. A mãe saiu da casa onde morava com o filho e o esposo, mas segundo o delegado,  já retornou ao lar. O filho foi entregue provisoriamente para uma família substituta.

O médico foi preso preventivamente e se encontra na delegacia do município à Disposição da Justiça. O Inquérito Policial está em andamento.



Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.