Publicidade
Manaus Hoje
GUERRA ENTRE RIVAIS

Membros de facções criminosas são presos em Lábrea após disputa pelo tráfico

Moradores do município denunciam que a cidade não tem delegado e que o efetivo da Polícia Militar era de três policiais no dia da disputa 27/01/2019 às 17:46 - Atualizado em 28/01/2019 às 09:12
Show tr fico b25058ef ee7a 47cc af65 ca108f3dd8bc
Foto: Divulgação
Joana Queiroz Manaus (AM)

A Polícia Militar de Lábrea (a 865 quilômetros de Manaus) começou a prender membros de facções criminosas que, em disputa pelo domínio do tráfico, na última terça-feira (22) atiraram e mataram uma pessoa e deixaram duas feridas.  De acordo com moradores da cidade que estão denunciando a insegurança, no município não há delegado e o efetivo da Polícia Militar na noite do ocorrido era de apenas três policiais.

Na sexta-feira (25), em patrulhamento na travessa Santo Antônio, no bairro Pantanal, os policiais avistaram uma motocicleta com dois homens em atitude suspeita, mas, quando eles avistaram a viatura policial, fugiram em alta velocidade e foram perseguidos pelos policiais sendo alcançados na Rua 28 de Agosto. 

Durante a fuga os policias viram que o homem da garupa da motocicleta jogou uma sacola em um esgoto. Os policiais pegaram a sacola e no interior da mesma tinha alguns tabletes de droga.  Os policiais prenderam os suspeitos e foram até a casa deles, na Rua Santa Mônica, bairro Pantanal, onde estavam outros elementos portando droga.

Foram presos Jeferson Pereira de Souza 28, Ângelo Santana da Silva 22, Daniel Oliveira da Silva, 26, Jucivan Gomes dos Santos 22, Jerson Pereira de Souza, 22, Antonio Felipe Fernandes, 23, e Ecicléia Monteiro da Silva, 24.

Com os criminosos foram apreendidos 2.480 kg de entorpecentes, supostamente maconha; 13 g de supostamente cocaína; R$ 953 em dinheiro e um cartucho calibre 20 intacto.  Os mesmos são acusados de praticarem roubos e homicídios na cidade, além do tráfico de droga.

Na manhã de sábado (26), após denúncia feita pela população, o foragido da justiça Antônio Santos de Araújo, o “Nego do CV”, foi preso depois de ter sido denunciado à polícia. O mesmo estava escondido em uma casa na Rua Luiz Falcão. Ele foi localizado de baixo da cama em um dos quartos da casa.

De acordo com os policiais, ele estava foragido da justiça havia seis meses. Ele responde criminalmente por roubos na cidade de Lábrea, dentre os quais, em um deixou um comerciante paraplégico. Ele foi levado de volta para a delegacia do município, onde ficam os presos de justiça. 

Antônio Lordan Santos da Costa, 21, foi preso por policiais militares quando distribuía droga em uma motocicleta. Ele foi abordado pela Polícia Militar que fazia patrulhamento pela cidade. Durante uma revista pessoal, foram encontradas com ele pedras de oxi que estavam enroladas em papel. O mesmo diz ser integrante da facção criminosa Comando Vermelho (CV) e possui passagem pela polícia do município.

Revista

Ainda na manhã de sábado (26), os policiais realizaram uma revista geral nas celas da delegacia, onde foram encontrados, estoques, carregadores de celular e outros objetos que tem entrada proibida em presídios.  Até este domingo, Lábrea ainda estava sem delegado e escrivão. A informação da Delegacia Geral de Polícia é que já foi nomeado um delegado e que este deverá chegar à cidade ainda nesta semana.

Publicidade
Publicidade