Manifestação

Motoristas de guincho protestam após assassinato de colega em Manaus

Emanuel Macário, 41, que foi assassinado durante um assalto numa oficina mecânica, no Centro da cidade, na tarde da última terça-feira (6). A polícia investiga suspeita de latrocínio

Portal A Crítica
07/04/2021 às 21:00.
Atualizado em 09/03/2022 às 07:31

(Foto: Gilson Melo)

Por Gabrielly Gentil

Motoristas de guincho se reuniram na tarde desta quarta-feira (7), na Avenida Torquato Tapajós, para prestar homenagem ao motorista Emanuel Macário, 41, que foi assassinado durante um assalto numa oficina mecânica, no Centro da cidade, na tarde da última terça-feira (6).

A carreata teve o ponto de concentração em um trecho da avenida Torquarto Tapajós, no bairro Flores, zona Centro-sul de Manaus. Por volta das 14h, já tinham mais de 40 guinchos no local. Nos vidros dos caminhões, a palavra “luto” demonstrava a solidariedade dos colegas.

Os motoristas e familiares saíram da Torquato em direção à funerária no bairro Cachoeirinha, e antes de seguirem para o cemitério São Francisco, no Morro da Liberdade, onde Emanuel foi enterrado, foram até a rua que o guincheiro morava para prestarem as últimas homenagens.

Valdo Mendonça, 41, conhecia Emanuel há 10 anos, eles trabalharam juntos. “Ele era um homem do bem, quantas vezes deixou o serviço dele de lado para ajudar outros motoristas”, relatou emocionado.

Os suspeitos ainda não foram identificados, o titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), delegado Charles Araújo, informou que o caso segue em investigação e que estão trabalhando com a possibilidade de homicídio ou latrocínio.

 

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por