Publicidade
Manaus Hoje
LATROCÍNIO

Mulher é presa por tentar matar policial militar durante assalto em Manaus

Ela e um comparsa, um adolescente de 16 anos, anunciaram o roubo ao PM e o levaram até uma área de mata. Mas o policial conseguiu lutar e atirou no adolescente 16/01/2019 às 10:41 - Atualizado em 16/01/2019 às 10:57
Show f2c4bb16 40d8 4d80 8bf0 62aa2bd418b3 b3588b25 a916 4b9b a33d 32b77afa1c59
Foto: Jander Robson
Márcia Monteiro Manaus (AM)

Bárbara Stefans de Oliveira, de 27 anos, foi presa pela Polícia Civil do Amazonas por tentar matar um policial militar, um sargento de 47 anos, durante assalto na tarde de ontem (15) no conjunto Canaranas, bairro Cidade Nova, Zona Norte.

Segundo o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Barbara estava em uma motocicleta junto com um comparsa, um adolescente de 16 anos, quando anunciaram o roubo ao policial. Os dois teriam levado o sargento até uma área de mata do conjunto Canaranas e lá o adolescente e a vítima acabaram travando uma luta corporal. O militar conseguiu atirar no adolescente e fugir.

Ainda segundo a polícia, o jovem de 16 anos, ferido, foi levado para uma unidade hospitalar de Manaus e Bárbara, com medo da prisão, pegou a moto e foi até estacionamento da DEHS, onde se entregou e foi presa pela Polícia Civil.

Em depoimento, ela afirma que o policial teria ficado interessado nela e lhe ofereceu uma carona. A suspeita teria aceitado, segundo ela, já pensando em roubar o veículo da vítima para fazer arrastões no bairro. “A gente estava pensando em roubar desde cedo. Já saímos de casa com essa intenção”, disse Barbara, que afirma já ter passagem na polícia por dano ao patrimônio público e desacato a autoridade.

Ela foi indiciada por tentativa de latrocínio R passará por audiência de custódia. O adolescente, após receber alta, vai responder por ato infracional análogo a latrocínio tentado e encaminhado à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

Publicidade
Publicidade