Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2020
CADEIA

Polícia do Amazonas prende oito condenados por crimes como roubo, tráfico e receptação

Todos os presos estavam nas ruas por conta de benefícios judiciais, mas não vinham cumprindo os requisitos legais necessários para permanecer em liberdade



WhatsApp_Image_2018-12-20_at_13.06.01_5DDE454B-46DA-4F8A-B9B0-9675DA672B21.jpeg (Foto: Jander Robson)
20/12/2018 às 14:25

Mais oito condenados pela Justiça do Amazonas foram recapturados hoje (20) pelo descumprimento de medidas judiciais. As prisões foram efetuadas durante a Operação 'Trânsito Julgado', realizada pela Polícia Civil do Amazonas. 

Frank William Pastor Correa, de 19; Reginaldo da Silva Gomes, 30; Jordy dos Reis, 22; Elves Martins Travassos Filho, 25; Rommanel Roberto Vieira de Oliveira, 30; Virtoe Augusto Coesta Leal, 22; Josimar Oliveira, 25, e Luiz Gonzaga Paes Barreto Neto, haviam sido condenado por crimes como roubo, tráfico e receptação.



De acordo com o Coordenador Geral da Secretaria Executiva Adjunta de Operações ( Seaop), Demétrius Queiroz, cerca de 15 policiais civis e militares fizeram parte da ação, além de um trabalho de inteligência e monitoramento para localizar os condenados.

Segundo o delegado, os presos haviam deixado a cadeia por conta de benefícios concedidos pela Justiça. Mas eles não vinham cumprindo as condições exigidas para detentos em regime aberto ou semiaberto e alguns já haviam sido até denunciados por conta de novos delitos.

A nova fase da operação foi realizada em menos de uma semana da primeira fase, que de acordo a Polícia Civil, tem objetivo de garantir a segurança de cidadãos durante as festas de finais de ano. Neste período, o grande fluxo de pessoas nos  centros comerciais aumenta a possibilidade de roubos e furtos. E estes crimes, segundo a polícia, são cometidos, em sua maioria, por reincidentes do sistema carcerário.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.