Terça-feira, 25 de Fevereiro de 2020
ZONA CENTRO-SUL

Polícia prende homem suspeito de ter arrombado cerca de 50 lojas no Vieiralves

Segundo Aldeney Goes, titular da Delegacia Especializada em Roubos Furtos e Defraudações (DERFD), Helymar Santos Cabo Verde se gabou pelo fato de conseguir fugir do local do crime antes da polícia chegar e de passar pouco tempo preso



WhatsApp_Image_2020-01-25_at_11.16.41_14D37CC6-B3BF-4566-BE5B-4AC6D9A1F2E7.jpeg Foto: Junio Matos
25/01/2020 às 12:03

A Polícia Civil prendeu o assaltante Helymar Santos Cabo Verde, 28, acusado de, nos últimos meses, ter arrombado e furtado aproximadamente 50 estabelecimentos comerciais no Vieiralves, Zona Centro-Sul de Manaus. A polícia não soube calcular com exatidão o montante do prejuízo causado pelo criminoso aos empresários, pois além de roubar dinheiro e produtos, o suspeito ainda danificava os estabelecimentos.

Conforme o titular da Delegacia Especializada em Roubos Furtos e Defraudações (DERFD), Aldeney Goes, Helymar é campeão em ser preso e ficar pouco tempo na cadeia. No máximo dois meses e já está de volta na rua.



O ladrão foi preso na tarde de ontem (24) em cumprimento a mandado de prisão por furto qualificado. De acordo com o delegado, o ladrão se gabou pelo fato de conseguir fugir do local do crime antes da polícia chegar e de passar pouco tempo preso.

O delegado informou que o preso já vem agindo há muito tempo na área do Vieiralves, que ele é especialista em abrir portas de vidro, muitas das vezes ele chega a quebrá-las, age rápido dentro dos estabelecimentos e consegue fugir antes da chegada da polícia. “Ele calcula o tempo exato quando o alarme dispara para a chegada da polícia, uma média de dois a três minutos” disse o delegado.

Os furtos aconteciam sempre à noite e o criminoso escolhia aqueles estabelecimentos mais suntuosos para furtar. No dia 8 de dezembro do ano passado, ele levou R$ 30 mil de um estabelecimento.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Ralph Assayag disse que o criminoso vinha tirando a tranquilidade dos lojistas havia algum tempo. Assayag acredita que muitos deles não registraram a ocorrência. Ele faz um apelo para que os empresários façam Botetim de Ocorrência (BO) todas as vezes que forem vítimas de furto ou roubo.

Helymar será encaminhado para a audiência de custódia e voltará para a Delegacia para que seja dada continuidade as investigações.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.