Publicidade
Manaus Hoje
ROMANCE CRIMINOSO

Por ciúmes, homem ligado à FDN tenta matar 'rival' em Iranduba; casal acabou preso

Homem com larga ficha policial queria matar o ex-namorado de sua atual companheira, que foi quem combinou o encontro que por pouco não acabou em morte 30/01/2019 às 16:15 - Atualizado em 30/01/2019 às 16:17
Show whatsapp image 2019 01 30 at 15.30.13 01b59e41 7267 4a0b 9f42 1b942601c31c
(Foto: Jander Robson)
Karol Rocha Manaus

A ação conjunta entre os policiais civis da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) e militares resultou na prisão, em flagrante, de Ingrid Freire de 21 anos e Marcos Fábio Pacheco Filho, de 18, no último domingo (27) por tentativa de homicídio a uma jovem de 21 anos no município de Iranduba. Os dois foram apresentados na manhã desta quarta-feira (30) durante coletiva de imprensa no prédio da Delegacia Geral, localizado avenida Pedro Teixeira, n° 180, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste de Manaus.

De acordo com delegada do 31ª DIP, Sylvia Laureana, Marcos, mais conhecido como ‘Kinho’, era conhecido pela periculosidade e a motivação do crime teria sido por que ele estava com ciúmes da namorada, Ingrid. Ela havia tido um relacionamento amoroso com a vítima.

“Ele, com ciúmes, mandou a Ingrid marcar com ela lá na praça do Graça Lopes, em Iranduba, na boca de fumo onde ele vendem drogas. Chegando lá, às 6 da manhã, a vítima foi surpreendida pelo Kinho e comparsas. Ele efetuou o disparo que pegou na perna da vítima, chegou a mirar com a arma na cabeça dela mas a arma falhou e em seguida eles começaram a dar pauladas na vítimas”, disse.

Conforme a delegada, por pouco a vítima não veio a óbito. “Ela só escapou por que um comércio da área estava abrindo, então eles se evadiram do local, com medo”, acrescentou. 

A participação de Ingrid na tentativa de homicídio foi na “armação da casinha”, segundo a polícia. Ela marcou encontro com vítima, que teria aceitado ir ao local. “Como a vítima tinha confiança nela e como elas já tinham tido um relacionamento, a vítima achou que poderia ir lá para falar com ela. Mas foi tudo uma armação para execução e por sorte o rapaz não morreu”, disse a delegada.

PRISÃO

O casal foi preso em flagrante por policiais militares e civis no domingo (27), por volta das 19h, na rua Tenente José Carlos, Bairro Graça Lopes, em Iranduba. A prisão da dupla foi efetuada após as equipes receberem uma denúncia anônima informando que Marcos estaria comercializando drogas em via pública.

Ao se deslocarem até o local, os policiais encontraram o indivíduo na companhia de Ingrid. Na abordagem, os policiais encontraram com ele uma porção de cocaína pesando dez gramas. Conforme a delegada, foi constatada a existência do mandado de prisão preventiva em nome de Marcos por homicídio e ainda está envolvido em mais de dez processos criminais de quando era adolescente, de atos infracionais análogos.

“Esse Kinho é ligado a FDN. Ele é um elemento muito perigoso e que incomodava muito a comunidade de Iranduba. Desde quando ele ainda era um menor, ele já praticou homicídio, tentativa de homicídio, tráfico de drogas, roubos e furtos. Com o apoio da Polícia Militar, nós conseguimos tirar esse elemento de circulação junto com a mulher dele”, disse ainda. 

Ingrid e Marcos foram autuados em flagrante por homicídio tentado. Marcos também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Além dos flagrantes, Marcos responde pelo homicídio de Rômulo Vieira da Silva, de 30 anos, ocorrido em 25 de novembro de 2018.

Publicidade
Publicidade