Terça-feira, 07 de Julho de 2020
NOVAS INSTALAÇÕES

AM inaugura 1ª unidade de atendimento para indígenas com Covid-19 do Brasil

Unidade faz parte do Hospital de Combate instalado na Universidade Nilton Lins. Atendimento será aberto a todos que se declarem pertencentes às populações tradicionais



d5e82525-008c-4d8a-9096-07956220ee38_A4910CAD-B489-46BE-84CE-FD1F5C8D3C2E.jpg Foto: Junio Matos
26/05/2020 às 13:09

A primeira unidade de atendimento voltada a indígenas com Covid-19 do Brasil foi inaugurada na manhã desta terça-feira (26) no Hospital de Combate instalado na Universidade Nilton Lins, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus.

O setor dispõe de 53 leitos, sendo 33 clínicos e 20 de alta complexidade, além de 20 respiradores, viabilizados por meio de parceria entre o Ministério da Saúde e o Governo do Amazonas. No total, a unidade de referência da UniNilton Lins vai contar com 148 leitos de atendimento.



De acordo com o governador do Amazonas Wilson Lima, o atendimento não será exclusivo aos indígenas aldeados, mas a todos que se declararem pertencentes às populações tradicionais.


Foto: Junio Matos

"Estamos montando a estrutura de acordo com as tradições indígenas, com salas reservadas aos pajés", acrescentou. "Temos a queda nos numeros da capital, ao contrário do interior. Os indígenas estão em condição de vulnerabilidade, portanto precisam da ajuda dos governos estadual, municipal e federal".

O projeto começou a ser elaborado durante visita do ex-ministro da Saúde, Nelson Teich, no início de maio, junto ao Governo do Amazonas e lideranças indígenas.

"É resultado de uma ação integrada, não existe protagonismo", comentou Robson Silva, titular da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), vinculada ao Ministério da Saúde.

Silva afirmou que a abertura de centros de atendimento voltado aos indígenas em outros estados vai depender do plano de contingeciamento de recursos do governo federal, além das condições de infraestrutura de cada município.


Foto: Junio Matos

"Estamos nos antecipando ao surto. Não vamos construir aleatoriamente,  e sim com base em dados comprovados e boletins epidemiológicos", explicou.

O Executivo federal já investiu R$ 24 bilhões para o controle do novo coronavírus.

Segundo a secretária de Saúde do Amazonas Simone Papaiz, o fluxo de atendimento na ala do Hospital de Combate vai priorizar os casos mais graves, a partir de informações da equipe de médicos e enfermeiros do sistema de regulação do estado,  e inclui transferência por via aérea.

News d amorim 845c88c9 db97 48fa b585 f1c0cb967022
Repórter de Cidades
Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Além de A Crítica, já atuou em uma variedade de assessorias de imprensa e jornais, com ênfase na cobertura de Cidades e Cultura.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.