Quinta-feira, 18 de Abril de 2019
publicidade
82f660bb-3417-408e-ae89-6e6bb036db6e_40D13774-CBB6-4631-8562-73EA4A90CC46.jpg
publicidade
publicidade

INCÊNDIO

Incêndio no Educandos atingiu 500 famílias; cerca de 2,5 mil pessoas, diz Defesa Civil

Dentre os atingidos, 150 famílias estão desabrigadas, isto é, sem moradia, e um número maior, em torno de 350 famílias, perdeu tudo mas conseguiu alojamento


18/12/2018 às 11:54

Em torno de 500 famílias, cerca de 2,5 mil pessoas, foram atingidas pelo incêndio da noite de ontem (17) no bairro Educandos, em Manaus. A informação foi confirmada pelo secretário estadual de Defesa Civil, coronel Fernando Pires. Segundo ele, dentre os atingidos, 150 famílias estão desabrigadas, isto é, sem moradia, e um número maior, em torno de 350 famílias, perdeu tudo mas conseguiu alojamento.

O número estimado de 2,5 mil pessoas atingidas pelo incêndio foi calculado através de um patamar estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a quantidade de pessoas integrantes de uma família, ou seja, cinco.

Muitas dessas famílias estão no próprio bairro de Educandos, como na quadra da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Escola Estadual Diana Pinheiro e no CETI Gilberto Mestrinho.

“Nossa preocupação é assistir as famílias, com trabalho pautado em atendê-las. O Governo do Estado, na pessoa do governador Amazonino Mendes, vai repassar às famílias cadastradas um auxílio humanitário de R$ 900 além de distribuir 500 cestas básicas, 1000 galões de água potável, 500 kits de higiene, contendo itens como, por exemplo, desodorantes e absorventes. e kits dormitórios com colchões e cobertas”, informou o coronel Fernando Pires.

publicidade
publicidade
Notre-Dame pode ser reconstruída em até cinco anos, diz presidente francês
Comissão define tramitação de MP para auxílio a famílias de Brumadinho
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.