Publicidade
Manaus
RECORDE

Com 1 milhão de votos, Wilson Lima é o governador mais votado da história do AM

O candidato do PSC superou a marca que havia sido obtida por Omar Aziz nas eleições de 2010, quando conseguiu 943 mil votos 28/10/2018 às 21:03
Show whatsapp image 2018 10 28 at 20.16.58 06ef5736 eed9 4d10 914e f27f818e014e
Foto: Junio Matos
Vitor Gavirati Manaus (AM)

Eleito neste domingo (28), Wilson Lima (PSC) é o candidato que mais recebeu votos para governador na história do Amazonas. Com 99,84% das urnas apuradas, Wilson já obteve 1.033.538 de votos, ultrapassando a votação de Omar Aziz em 2010. À época no PMN, Aziz foi eleito para o Executivo estadual no 1º turno com a preferência de 943.955 eleitores.

Com filiações políticas desde 2012, Wilson se torna o governador mais votado da história do Amazonas em sua primeira eleição. Restando apenas quase 2% das urnas para serem apuradas, a diferença entre Wilson e o candidato à reeleição Amazonino Mendes (PDT) é de mais de 300 mil votos.

O senador Omar Aziz (PSD), que até este domingo havia sido o governador amazonense com votação recorde, enfrentou, entre outros, Alfredo Nascimento (PR), que recebeu 382.935 votos e ficou em 2º lugar na eleição de 2010. Este ano, Omar também se candidatou a governador mas terminou o 1º turno em 4º com 142.804 votos – seis vezes menos votos do que na eleição em que havia tido a votação mais expressiva de um governador no Amazonas.

Em termos percentuais, a votação recebida por Wilson Lima neste domingo corresponde a cerca de 58% dos votos válidos no pleito. Omar Aziz em 2010 conseguiu a marca de 63,87% dos votos e mantém o recorde no percentual de eleitores conquistados.

2º Turno

Neste domingo, Lima conseguiu superar a votação de José Melo, o primeiro governador do Amazonas a ser eleito em 2º turno. Em 2014, Melo recebeu 869.992 votos. O governador eleito superou também a quantidade de votos de Amazonino Mendes no 2º turno da eleição suplementar de 2017. No pleito do ano passado, o candidato à reeleição recebeu 782.933 votos.

Publicidade
Publicidade