Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2020
BRILHOU

Estudante de Manaus é ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática

Com a classificação máxima, Daniel Bastos Amaral, do 7º ano da escola municipal Joaquim Gonzaga Pinheiro vai ser bolsista de iniciação científica pelo CNPq



Estudante1_44D40CBC-6A22-48B4-9BBB-80C674C634CF.JPG Foto:
10/12/2019 às 11:40

Daniel Bastos Amaral, estudante do 7º ano da escola municipal Joaquim Gonzaga Pinheiro, localizada na Zona Oeste da capital, que conquistou uma Medalha de Ouro, no nível 1, da 15ª edição das Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), realizada nesta semana.

A Obmep 2019 é dirigida aos alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e aos alunos do ensino médio, de escolas públicas municipais, estaduais e federais, além de escolas privadas, bem como aos respectivos professores, unidades de ensino e secretarias de educação, todos localizados no território brasileiro. Este ano, a Obmep recebeu mais de 18 milhões de inscrições e foi realizada em 99,71% dos municípios do Brasil.



Para conseguir a Medalha de Ouro, Daniel ficou entre os 160 melhores estudantes do Brasil no nível 1, destinado a estudantes do 6º e 7º ano do ensino fundamental. A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, celebrou o resultado e disse que é uma prova da qualidade do ensino, que não é mostrada só nos índices, mas nos resultados alcançados por alunos da rede municipal de ensino.

Em 2018, Daniel levou a menção honrosa, ganhou uma bolsa e participou de um curso de preparação para a Obmep de 2019. “Eu fiquei muito feliz com o resultado, não esperava a Medalha de Ouro. Eu já tinha conseguido menção honrosa ano passado e resolvi fazer este ano de novo, então eu me preparei estudando muito. Eu já estava no pique da Obmep porque eu já estava recebendo um curso por conta do resultado do ano passado”, comentou.

O professor de Daniel, Rosinaldo Clemente, que tem experiência de mais de 30 anos lecionando matemática, credita o sucesso do aluno a sua dedicação e uma dose de talento. “O Daniel é um aluno exemplar, sempre faz todas as atividades, terminando antes que todo mundo. Muito atento, faz perguntas pertinentes, nunca tem dúvida e é muito atento, eu tenho o Daniel como um aluno exemplar. Eu acredito que esse resultado veio por conta da dedicação do aluno”, pontuou.

Para a mãe de Daniel, a dona de casa Keithyane Amaral, 32, fica o sentimento de felicidade pelo resultado do filho. “Meu sentimento foi de orgulho de saber que cada passo que ele deu foi gratificante. Saber que nós e a escola estivemos muito presentes para que ele alcançasse esse resultado. Ele é dedicado e tem muito potencial, é apaixonado por matemática, o que refletiu nessa conquista”, finalizou.

Como prêmio pelo resultado, além da medalha, Daniel será convidado a participar do Programa de Iniciação Científica (PIC Jr.) como incentivo e promoção do desenvolvimento acadêmico dos participantes. A participação no PIC inclui o recebimento de uma bolsa de Iniciação Científica Jr. do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A estrutura e o planejamento do programa serão definidos e divulgados no início de 2020 na página do programa.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.